Um reencontro de vidas passadas

Nós somos espíritos que passam por diversas experiências nas nossas muitas encarnações. Muitas vezes, encontramos outros espíritos conhecidos, podendo ser um resgate ou uma ajuda para a evolução. Nossa memória não recorda outras vidas para não atrapalharmos a atual, porém, algumas intuições ou sonhos podem indicar repetições de experiências necessárias em seu progresso.

Leia o conto abaixo e conheça a história de Clarissa, uma jovem que encontra um amor de vidas passadas e consegue lembrar dele através dos sonhos.

 

Mais uma vez, sim

– Clarissa de Albuquerque, você aceita Antônio Carvalho como seu legitimo esposo?

– Antes de dizer, vou contar uma história…

Todos na igreja começaram a olhar assustados temendo um possível não, até mesmo o padre. Mas o noivo parecia esperar aquilo, o que deixava todos muito confusos. Um das madrinhas de Clarissa aproximou, entregou-lhe um papel e logo a noiva pôs-se a ler.

– Seria mais uma manhã como outra qualquer. Provavelmente, eu iria acordar, tomar café e ficaria triste pelo resto do dia. Fazia um ano que aquilo aconteceu…

Clarissa se referia a morte de seu namorado e dos pais dele em um acidente de carro em que ela foi a única sobrevivente. Ela se recompôs e continuou:

– Naquela manhã tudo parecia diferente. Acordei com o sol na janela e um sentimento de muita felicidade com um sonho que tive. Nele, eu estava na varanda de uma fazenda antiga, cafezais a perder de vista. Enquanto eu estava observando as árvores vi chegar entre as plantações um homem montado num cavalo, roupas simples, olhar envolvente e um sorriso que me contagiava. Me senti feliz. Foi apenas isso, mas mudou meu dia (com toda a certeza)

Ao chegar na empresa, logo me surpreenderam com um bombardeio de problemas e o novo advogado da empresa  já estava aguardando em minha sala.

Antônio sorriu e todos na igreja suspiraram mais aliviados, pois pareciam que estavam mais perto do sim. Clarissa olhou para o noivo, respirou e voltou a olhar para o papel e continuou a ler.

– Eu entrei calma na sala, afinal, estava feliz e foi quando o vi e – no mesmo momento – meu coração sentiu algo que jamais imaginei. “Olá, sou Antônio Carvalho”, disse ele com um sorriso arrebatador. “Eu te conheço?”, perguntei sem nem me apresentar e ele disse apenas: “Não sei, mas a partir de agora iremos nos conhecer muito bem”.

A noiva começava a chorar. Levou por volta de dois minutos para conseguir suspirar e voltar a ler, mas assim que continuou sua voz aumentou.

– Era ele. O mesmo jovem do sonho. O mesmo sorriso, a mesma sensação de felicidade e segurança. Havia reencontrado o grande amor da minha vida…

Clarissa dobrou o papel, olhou para o padre e disse:

– Eu sei que disse sim uma vez, mas estamos no presente e hoje eu digo com toda a certeza… SIM!  

Para saber mais sobre o assunto, assista:

Criança lembra que morreu em incêndio na vida passada – Explicação espírita

 

Fontes: Imagem ilustrativa retirada de terapiaparacasais

 

*Este texto é de responsabilidade de seu autor. Não representa necessariamente a opinião da TV Mundo Maior.

Escrito por: Ricardo Guelfi de Souza

Estudante de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Estagiário de Marketing na TV Mundo Maior.

 

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

deixe um comentário

WhatsApp chat