Terror Noturno e Espiritismo

O Terror Noturno, também conhecido como parassonia, é um distúrbio do sono que atinge cerca de 15% das crianças de até 7 anos.  As cenas chegam a assustar muitos pais que presenciam seus filhos sentados na cama chorando e gritando com o olhar aterrorizado e fixo.

Apesar de estarem, na maioria das vezes, com os olhos abertos, as crianças ainda estão dormindo. Há alguns poucos casos em que as crianças chegam a se levantar de suas camas e caminhar pela casa, portanto deve-se deixar a passagem livre sem obstáculos que possam apresentar riscos de ferimento.

Esse distúrbio chega a ser confundido com pesadelos, mas há diferenças entre os dois. Os pesadelos ocorrem na segunda metade do sono, quando se atinge o R.E.M., rapid eye movement (Movimento rápido dos olhos), nele a criança acorda assustada e se lembra do ocorrido.

No caso do Terror Noturno a criança permanece dormindo. O distúrbio ocorre nas primeiras horas do sono, as mais profundos, e pode durar cerca de 15 minutos. Geralmente as crianças não acordam e após serem acalmadas pelos pais continuam a dormir, além disso no dia seguinte não se lembram do ocorrido.

Dias agitados, eventos estressantes, privação de sono e febre alta são consideradas pelos médicos como situações que deixam as crianças predispostas ao distúrbio, apesar de não haver uma origem  precisa para o Terror Noturno.

Espiritismo

O reencarne se completa entre os 5 e 7 anos e durante esse período a criança pode ter uma sensibilidade maior com o plano espiritual, situação inclusive que explica a mediunidade infantil.

Em um artigo publicado pelo Mundo Espírita, órgão de divulgação da Federação Espírita do Paraná, Admir Serrano retrata o Terror Noturno como sendo traumas de vidas passadas.  

O pesquisador e escritor espírita também traz no artigo alguns dados de pesquisas realizadas  pelo Dr  Ian Stevenson na Divisão de Estudos da Personalidade da Universidade de Virginia. Nele o  pesquisador científico da reencarnação, atribuiu à 49 de seus casos de Terror Noturno como sendo traumas de vidas passadas.

Dicas:

É importante os pais neste momento manterem a calma e cuidarem para que a criança não acordem nem se machuquem. Façam preces antes da criança dormir, as orações são sempre ouvidas. E lembrem-se de procurar especialistas quando ocorrer o distúrbio do Terror Noturno.

 

Para saber mais sobre o assunto, assista:

Lembranças de vidas passadas – A Caminho da Luz

Parte 2

Parte 3

Parte 4

Fontes: bebe.abril.; mundoestranho.abrilmundoespirita. Imagem ilustrativa retirada de mamaetagarela.

*Este texto é de responsabilidade de seu autor. Não representa necessariamente a opinião da TV Mundo Maior.

Escrito por: Ricardo Guelfi de Souza

Estudante de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Estagiário de Marketing na TV Mundo Maior.

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

4 Comments

  • Muito esclarecedor.

  • Meu neto tem terror noturno, já está com dez anos e não sarou, que fazer?

  • Boa tarde, José

    Vamos encaminhar sua pergunta para o programa Pronto Atendimento que vai ao ar de segunda a sexta-feira às 17h

    Abraços fraternos!

  • Meu filho hoje com 5 anos relata que desde pequeno tem pesadelo sempre o mesmo. Um homem com duas facas o persegue,Obrigada pela explicação.

leave a reply

WhatsApp chat