Tenho privação do sono: o que fazer?

Saúde no terceiro milênio

Em tempos de horário de verão, Rosali Andrade e Wagner Gabriel respondem a pergunta: Tenho privação do sono: o que fazer? Eles falam sobre a importância do sono e os prejuízos que a privação dele acarreta ao organismo. O metabolismo humano gosta de rotina, quando ocorre mudanças drásticas nesta prática ocorre uma desordem temporal interna.

Leitura complementar

Sono e Sonhos na visão espírita

Allan kardec diz que o sono e os sonhos são como fenômenos de emancipação da alma. Eles são indicativos de  que o Espírito encarnado nunca está inativo, ainda que mantido ligado ao corpo físico pelo perispírito.

Durante o sono, apenas o corpo repousa, pois o espírito não dorme. Aproveita-se do repouso do corpo e dos momentos em que  a sua presença não é necessária para atuar isoladamente e ir aonde quiser. Desta forma, aproveitando da liberdade e da plenitude das suas faculdades.

Na encarnação, o Espírito jamais se acha separado completamente do corpo. Qualquer que seja a distância a que se transporte, conserva-se preso sempre ao corpo físico por um laço fluídico, Este que serve para lembrá-lo de retornar ao físico, desde que a sua presença ali se torne necessária.

Somente a morte rompe esse laço. O resultado imediato do sono é o sonho. Este conceituado pelos orientadores da Codificação Espírita como “(…) a lembrança do que o vosso Espírito viu durante o sono. Notais, porém, que nem sempre sonhais, porque nem sempre vos lembrais do que vistes ou de tudo o que vistes. (…).”

Todas as pessoas sonham, uma vez que o espírito continua em plena atividade enquanto o corpo físico dorme. Apenas não se recordam dos acontecimentos ocorridos na outra  dimensão da  vida: “(…) como o corpo é matéria pesada e grosseira, dificilmente conserva as impressões  que  o Espírito recebeu, já que tais impressões não chegaram ao Espírito por meio dos órgãos do corpo.”

Pelo sono, os espíritos imperfeitos buscam os seus afins, a eles se integrando

Os espíritos vão, enquanto dormem, ou a mundos inferiores à Terra, onde os chamam velhas afeições. Também vão em busca de prazeres talvez ainda mais baixos do que os que têm aqui; vão beber doutrinas ainda mais vir, mais ignóbeis, mais nocivas do que as que professam entre vós. E o que gera a simpatia na Terra não é outra coisa senão o fato de sentir-se o homem, ao despertar, ligado pelo coração àqueles com quem acaba de passar oito ou nove horas de felicidade  ou de prazer.

O que também explica essas antipatias invencíveis é o fato de sentirmos intimamente que essas pessoas têm uma consciência diversa da nossa, porque as conhecemos sem nunca as termos visto com os olhos. É também o que explica a indiferença de muitos homens, que não procuram conquistar novos amigos, por saberem que  há outros que os amam e os querem. Numa palavra: o sono influi mais do que pensais na vossa vida.9

Como se lembrar dos sonhos?

À medida que a pessoa desenvolve a capacidade de lembrar-se dos sonhos — há orientações médicas e psicológicas a respeito —, os sonhos se tornam mais nítidos. Surgem, então, com frequência cada vez maior, os chamados sonhos espíritas, assim denominados pela lucidez e coerência das lembranças. Esta situação é de grande valia para o encarnado, auxiliando-o em seu progresso espiritual.

Os avisos por meio dos sonhos desempenham grande papel nos livros sagrados de todas as religiões. (…) É com frequência a ocasião que os Espíritos protetores aproveitam para se manifestar a seus protegidos e lhes dar conselhos mais diretos. São numerosos os exemplos autênticos de avisos por sonhos; porém, não se deve concluir daí que todos os sonhos são avisos, nem, ainda menos, que tudo o que vê em sonho tem uma significação qualquer. Deve-se incluir a arte de interpretar os sonhos no rol das crenças supersticiosas  e absurdas.

Texto publicado em 20 de outubro de 2017. 

 

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

leave a reply

WhatsApp chat