Perdão meu pai!

Como lidar com as perdas? - Visão SocialSer alguém melhor é difícil. Erramos diariamente, seja conosco ou com aqueles que compartilham essa experiência encarnatória ao nosso lado. Ainda erramos também com Deus e toda a espiritualidade que nos auxilia. O que fazer? Pedir perdão! Mas, perdão basta? Não! É preciso que os erros parem. Mas eles vão mesmo parar? Não! Então como ser uma pessoa melhor?

Perdoar setenta vezes sete disse nosso Mestre. Portanto, perdoe sempre. Veja que você é uma pessoa boa que está passando por um momento difícil e ainda está cometendo um erro. O Perdão é a chave para a nossa libertação. Perdoar nos liberta das amarras de tudo aquilo que nos prende aos instintos e paixões animalescas.

Se perdoar é um passo que se dá no sentido da transformação moral e é muitas vezes difícil, demorado e dolorido. É como se tivesse uma erva daninha crescendo no coração. Muitas vezes essas ervas são mágoas, traumas, tristezas profundas, ligações rompidas. Cada vez que pensa ou se mexe nessas ervas, você chora porque dói muito.

O perdão é um corte que se faz no coração, um corte pequeno o suficiente para não doer muito e grande o suficiente para que se possa retirar tudo que há de impurezas no coração. São memórias que te fazem mal.

Perdoar a si mesmo é demonstrar humildade, reconhecer o erro e estar disposto a mudar. Perdoar o outro é demonstrar sua piedade e libertar ambos de uma ligação danosa. Somos pequenos, não somos fortalezas impenetráveis e perfeitas. É preciso ver que somos frágeis e suscetíveis aos erros e imperfeições da alma humana ainda em evolução.

Repita: Eu peço perdão a Deus pelos meus erros. Peço perdão a todas as pessoas que magoei. Perdoo a todos que me magoaram. Perdoo a mim mesmo pelos meus erros e assim me liberto e me disponho a ser uma pessoa melhor e transformada. Que possamos seguir com humildade, honestidade e amor sempre. Que o perdão te liberte! Que o amor te renove! Assim seja!

 

Escrito por: Ricardo Guelfi de Souza

Estudante de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Assistente de Mídias Sociais na TV Mundo Maior e apresentador do Podcast Direito de Ser da Rádio Boa Nova.

 

 

Faça uma doação pelo site: feal.colabore.org

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

leave a reply

WhatsApp chat