Venezuelanos expulsos do Brasil – Boletim Espírita

Fugindo da miséria deixada pela crise econômica da Venezuela, cerca de 500 pessoas chegam diariamente em Pacaraima. Na cidade, que faz fronteira com o país governado por Nícolas Maduro, grupos de brasileiros atiraram pedras e queimaram acampamentos de imigrantes venezuelanos. Do ponto de vista da doutrina espírita o que podemos dizer sobre a crise que assola o país vizinho? A expulsão dos imigrantes foi a melhor conduta? O Brasil está preparado para receber refugiados? Saiba mais sobre esse assunto com o estudioso espírita André Marouço, aqui no Boletim Espírita.

 

Queremos a Paz ou a divisão?

Dizemos querer a paz. E desejamos tanto conquistá-la que acabamos brigando, discutindo, ofendendo em nome dessa busca, obtendo, assim, o oposto…

É também usual ouvirmos que a vida é uma batalha, que é necessário matar um leão por dia, que devemos lutar contra nossos vícios e “defeitos” etc. Há pesquisas que também tratam da pacificação e nos trazem informações interessantíssimas, como o Índice Mundial da Paz (GPI — Global Peace Index) de 2015, divulgado em Londres, pelo Instituto para Economia e Paz (IEP — Institute for Economics and Peace). Esse estudo sinaliza que a escalada das guerras civis e a crise de refugiados estiveram entre os fatores do aumento da violência global.

O IEP, entre várias outras conclusões, mostra que, desde 2008, o total do impacto econômico da violência aumentou em US$ 1,9 trilhão. Hoje, 1% da população do mundo é de pessoas deslocadas internamente (PDI). O impacto da violência na economia global atingiu o valor de US$ 14,3 trilhões ou 13,4% do PIB global de 2014. Isto equivale às economias combinadas de Brasil, Canadá, França, Alemanha, Espanha e Reino Unido.

Falando de nossa região, o estudo informa o declínio geral da violência na região da América do Sul. Apesar de deteriorações notáveis na pontuação de Uruguai, Venezuela e Brasil. Três são os países responsáveis pela evolução positiva nos indicadores da região. São eles: Peru, que registra reduções na quantidade de mortes causadas por conflitos internos organizado; Chile, com melhoria em sua pontuação no que diz respeito à transferência de armas; e Equador, que reduziu a escalada do terrorismo político.

Resultados positivos também são notados na Islândia – país mais pacífico do mundo – e nos membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Em síntese, eles atingiram níveis historicamente altos de paz. Isto graças as quedas nas taxas de homicídio e nas ações militares.

Ao tomar conhecimento dessas informações, é impossível não recordar Jesus. Primeiramente, quando esteve encarnado entre nós, segundo dois evangelistas (Mateus, X: 34-36 e Lucas, XII, 49-53), ele falara que não veio trazer paz à Terra, mas a divisão. Além disso, há várias leituras possíveis para esses dizeres. Inclusive, há aqueles que entendem que Jesus não teria dito essas palavras. Entretanto, particularmente, fico com o que está no capítulo XXIII de O Evangelho Segundo Espiritismo. 

Em seu primeiro discurso público (Sermão do Monte), Jesus nos alerta para o fato de que onde estiver nosso pensamento, lá estará nosso coração (Mateus 6:21). Em suma, recomendo ainda, que busquemos o Reino de Deus e a sua justiça. Além disso, recomenda que tudo sera dado em acréscimo (Mateus 6:33). O desafio é: se queremos a paz, pensemos na paz e ajamos na paz.

Ler texto na íntegra (clique aqui). 

0

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

deixe um comentário

WhatsApp chat