Lei de liberdade, segundo o espiritismo – Espírito de Mulher

Liberdade e espiritismo. O que é ser livre para você? A liberdade significa o direito de agir segundo o seu livre arbítrio, de acordo com a própria vontade, desde que não prejudique outra pessoa, é a sensação de estar livre e não depender de ninguém .Mas podemos fazer qualquer coisa a qualquer hora? E a liberdade de expressão, como usá-la? O que Paulo quis dizer com a frase “Tudo me é licito mas nem tudo me convém”? Descubra agora no Espírito de Mulher:

Leia também:

Evangelho Segundo o Espiritismo: os bons espíritas

Como aprender com o Evangelho o Segundo Espiritismo a ser um bom espírita?

“Agradeço todas as dificuldades que enfrentei. Não fosse por elas, eu não teria saído do lugar… As facilidades nos impedem de caminhar. Mesmo as críticas nos auxiliam muito”, diz Chico Xavier.

Primeiramente, quando passamos por desafios na vida, nos fazemos algumas perguntas que questionam o porquê da nossa existência. São elas: o quê somos, quem nos criou, como melhorar a si próprio e por que estamos aqui?

Assim, ao buscar as respostas, muitos encontram na doutrina espírita o consolo necessário para seguir em frente, aprendendo com as dificuldades que enfrentam. Desse modo, o Evangelho Segundo o Espiritismo demonstra a filosofia que liga a lógica e as práticas do Cristo para o nosso dia a dia.

Para ser um bom espírita, as escolhas embasadas no amor são essenciais para libertar-se das amarras do corpo e sair dos labirintos terrenos.

As mensagens espíritas são libertadoras. Assim, porque ela não diz o que você tem que fazer, mas sim como buscar a sua plenitude espiritual. Logo, precisamos ter o domínio das coisas. Estamos aprendendo a ter o domínio do potencial criador dado para Deus para nós.

Quando tivermos consciência da nossa espiritualidade, nossas ações, pensamentos, forças criativas são amparadas pela espiritualidade com o uso do livre-arbítrio. Ao falarmos sobre a liberdade que temos em nossa vida devemos ter em mente que ela é conquistada com as multiplas existências.

Afinal, somos livres?

Atualmente, temos acesso a todo o tipo de informação. Assim, conhecendo os pensamentos da doutrina espírita, elevaremos nossa natureza mundana diariamente.

A liberdade de escolha começa quando tomamos a consciência de nossas limitações. Além disso, uma vida somente, não é o suficiente para conhecer todas as realidades. Isso requer paciência, tempo, e muitas vidas.

Como diriam os versos de Paciência, uma música do cantor Lenine, “Será que é tempo que lhe falta pra perceber? Será que temos esse tempo pra perder?”. A resposta do espiritismo é sim, temos todo o tempo disponível para sermos bons espíritas.

Capítulo 17 do O Evangelho Segundo o Espiritismo: Os bons espíritas

O capítulo 17 diz que os bons espíritas são aqueles que estão além da compreensão materialista do mundo. Com isso, os princípios do espiritismo entusiasmam essas pessoas de tal forma que elas conseguem usar-los na sua vida. Que tenhamos olhos de ver e ouvidos de ouvir para aplicar as lições do Evangelho em nossa vida.

Fonte: O Evangelho Segundo o Espiritismo.

m

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

leave a reply

WhatsApp chat