Obsessão coletiva é possível?

Novos Rumos

Obsessão coletiva é possível? Como a obsessão coletiva se manifesta? O que fazer caso isso aconteça? Saiba mais sobre esse assunto acompanhando o programa Novos Rumos com Ercília Zilli e Jussara Dantas.

Leitura complementar

Obsessão, segundo Paulo Henrique de Figueiredo

De acordo com o estudo que Paulo Henrique de Figueiredo fez com as obras de Allan Kardec, a obsessão é simplesmente um espírito que tem maus hábitos.

Para a gente entender então o fenômeno da obsessão, Allan Kardec no livro dos médiuns amplia a sua visão sobre a obsessão.

Quando ele explica que a obsessão é uma ligação entre um espírito e um indivíduo numa sintonia tão grande que os dois começam a compartilhar a mesma vivência. O que tem que ser  na verdade exclusividade de cada um e não compartilhada.

Porque é a minha exclusividade escolher e fazer o que eu quiser e não um espírito encarnado ou desencarnado compartilhar isso comigo.

Quando então, um espírito abusa da liberdade de outro espírito não é um bom espírito.

Então o primeiro passo para que aconteça uma obsessão é a sintonia.

Por exemplo, se uma pessoa está tomada pelo ódio e o outro espírito está doente (um espírito “mau”) ele irá ser atraído pelo ódia da outra pessoa.

Ele irá perceber essa sintonia e uma certa similaridade e irão então se conectar.

Então, o único caminho para se livrar de uma obsessão é a desmoralização do próprio obsediado.

Porque, pense comigo, se para nós mudamos e nos tornamos seres humanos de bem já é algo muito difícil. Imagine transformar outra pessoa que não tem conhecimento e muito menos vontade de se transformar?

Por conta disso, cada um tem que se melhorar e ir atrás de suas imperfeições. Logo, não irá atrair nenhum espírito que não esteja nessa mesma vibração.

Podemos sim, auxiliar aquele espírito, mas a mudança só irá depender dele. Para ajudá-lo, basta orar, e instruir com os ensinamentos da doutrina espírita, que é o que muitos trabalhos de desobsessão fazem. Mas a mudança interna, depende somente dele.

Texto publicado em 28 de agosto de 2018. 

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

deixe um comentário

WhatsApp chat