Mediunidade, segundo Raul Teixeira

Segundo as obras de Allan Kardec, todos nós somos médiuns. Em diversos graus e de acordo com as suas experiências de vidas passadas.

Os tipos de médiuns que existem é muito grande. Alguns foram explicados no livro dos Médiuns de Allan Kardec. Confira:  

  • Médiuns de Efeitos Físicos: são mais especialmente aptos a produzirem fenômenos materiais, tais como os movimentos dos corpos inertes, os ruídos e etc. Podem-se dividi-los em médiuns facultativos e médiuns involuntários.

 

  • Médiuns Sensitivos ou Impressionáveis: são as pessoas suscetíveis de sentirem a presença dos espíritos por uma vaga impressão, uma espécie de roçadura sobre todos os membros, da qual não podem se dar conta.

 

  • Médiuns Audientes: são os que ouvem os espíritos, algumas vezes pode ser apenas uma voz íntima que se faz ouvir no foro interior; de outras vezes é uma voz exterior. clara e distinta como a de uma pessoa viva.

 

 

  • Médiuns Falantes: os médiuns audientes, que apenas transmitem o que ouvem não são, propriamente falando, médiuns falantes. Porque estes últimos, com muita frequência, não ouvem nada; neles o espírito atua sobre os órgãos da palavra, como atua sobre a mão dos médiuns escreventes. O espírito, querendo se comunicar, serve-se do órgão no qual encontra mais flexibilidade no médium; de uma empresa a mão.

 

 

 

  • Médiuns Videntes: são dotados da faculdade de ver os espíritos. Porque entre esses médiuns há os que não veem senão os espíritos que se evocam e dos quais podem fazer a descrição com uma minuciosa exatidão; descrevem nos menores detalhes seus gestos, a expressão de sua fisionomia, os traços da face, as vestes e até os sentimentos.   

 

 

  • Médiuns Sonâmbulos: sonambulismo pode ser considerado como uma variedade da faculdade medianímica, porque, são duas ordens de fenômenos que, com muita frequência, se encontram reunidas. Ele pode sofrer influências de espírito ou ele mesmo tem emancipação, vê ouve e percebe fora dos limites dos sentidos.

Em suma, esses são alguns dos tipos de médiuns que existem no livro dos médiuns. Adquira o seu acessando: mundomaior.com.br

Ainda de acordo com Raul Teixeira os médiuns são pessoas comuns então não devem ser endeusados. Pois apenas o médium deve ter consciência da sua tarefa como trabalhador mediúnico, porque quanto maior é a sua faculdade mais responsabilidade se deve ter e mais lhe é cobrado.

Dessa forma, Raul Teixeira logo acrescenta diversas dicas para que a nossa mediunidade não nos atrapalhe no dia a dia que a princípio são, frequentar centro espírita, cuidar das nossas energias, estar sempre em vigilância e oração constantemente, realizar o evangelho no lar, entre outras coisas que fazem a nossa conexão com o plano espiritual desde já ser leve.

Para saber mais, assista:

Perda e suspensão da mediunidade – Mediunidade Hoje

Parte 1

Parte 2

Parte 3

 

 

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

leave a reply

WhatsApp chat