TV Mundo Maior O Evangelho Segundo o Espiritismo: Jesus e a divisão - TV Mundo Maior

Evangelho e Reforma Íntima

O Evangelho Segundo o Espiritismo: Jesus trouxe a divisão?

O Evangelho Segundo o Espiritismo: Jesus e a divisão

Enviado em 10 de abril de 2018 | Publicado por TV Mundo Maior

O Evangelho Segundo o Espiritismo traz a seguinte passagem da bíblia: “Não julgueis que vim trazer a paz à terra. Trago a espada. Eu vim trazer a divisão entre o filho e o pai, entre a filha e a mãe, entre a nora e a sogra, e os inimigos do homem serão as pessoas de sua própria casa” (Mt 10, 34-36, adaptado).

Mas o que Jesus quis dizer com essa frase? O Evangelho Segundo o Espiritismo propõe um estudo da bíblia de forma a mostrar a visão espírita desta sentença dita pelo mestre. 

Pois quando Jesus, na sua época, disseminou a doutrina de Deus entre os homens, o paganismo era a religião da grande maioria das pessoas. Suas palavras foram revolucionárias na época.

Nesse contexto, a frase “vim trazer não a paz, mas a espada” quer dizer que as palavras Dele encontrariam forte oposição de muitas pessoas. 

O Evangelho Segundo o Espiritismo

Podemos fazer um paralelo desta passagem bíblica com a doutrina espírita. Como é uma filosofia relativamente nova, baseada nas palavras do mestre e na ciência, algumas pessoas podem não concordar com as ideias do Evangelho. 

Explicamos: toda ideia nova encontra resistência. Não existe nenhuma que não se fixe sem lutas. A oposição é proporcional a importância dos resultados.

“Entre vocês, muitos, talvez, rejeitarão nossas conclusões; apenas um pequeno número as aceitarão. Que importa? Não procuramos o sucesso. Um único móvel nos inspira: o respeito, o amor da verdade. Uma única ambição nos anima: gostaríamos, de quando o nosso envoltório usado retornar à terra, nosso espírito imortal diga: Minha passagem neste mundo não terá sido estéril, se contribuí para acalmar uma dor, esclarecer uma inteligência em busca do verdadeiro, reconfortar uma única alma vacilante e entristecida.” (Léon Denis; livro “Depois da Morte”).

Portanto, a resiliência contra os opositores é fundamental para continuarmos com o trabalho de divulgação da doutrina. Então devemos entender que as palavras de Jesus, interpretadas pelos espíritos, trarão a verdade para a humanidade. Embora.toda mudança seja lenta e nem todos concordam com os ensinamentos do Evangelho, devemos seguir em frente estudando o espiritismo. 

Assim, não nos atemorizemos contra as resistências, pois o remédio das palavras do mestre serão como um médico que cuida seus pacientes enfermos. Mas o tratamento é prolongado e cheio de vicissitudes, porém, a recuperação é certa se acreditarmos nos valores ditos no Evangelho como a caridade, a fraternidade, e o amor ao próximo.  Certamente, os ensinamentos de Cristo são a força que precisamos para progredir rumo ao planeta de regeneração.

Fonte: O Evangelho Segundo o Espiritismo.

 

Para conhecer outros assuntos do Evangelho, clique aqui e adquira o seu exemplar na loja virtual da Mundo Maior Editora.

Por Leticia lopes.

Para saber mais, assista:

Parte 1

 

Parte 2

 

Parte 3

 

Parte 4

 

Comments

comments

Deixe seu comentário:


WhatsApp
Clique aqui