Identidade dos espíritos na visão espírita

Identidade dos espíritos na visão espírita

Identidade dos espíritos é algo muito controverso, porque os espíritos não vêm com identificação.

Por conta disso em trabalhos mediúnicos é comum encontrar espírito dizendo ser alguém que na realidade não é.

Em trabalhos de desobsessão é onde mais acontecem esses tipos de coisas.

O espírito não quer ser identificado e mente dizendo ser alguém com a evolução maior que a dele, para que o médium o idolatre.

Mas se os espíritos dizem coisas boas que vão ajudar o trabalho mediúnico e elevar a energia do local, pouco importa a identidade dos espíritos.

Porque muitas vezes os espíritos são tão humildes que não querem ser identificados pelo bem que fazem. 

Pois quando o espírito chega no último nível de sua escala espírita não importa mais o que ele foi em algumas de suas encarnações e sim o bem que ele pode fazer.

Então a questão identidade dos espíritos é secundaria, podendo-se considerar o nome como simples indício do lugar que o espírito ocupa na escala espírita. 

Contudo, explica ainda no Cap. 24 “Identidade dos espíritos” do Livro dos Médiuns:

“À medida que os espíritos se purificam e se elevam na hierarquia, as características distintivas e a identidade dos espíritos de sua personalidade desaparece, de certa maneira, na uniformidade da perfeição mas nem por isso deixam eles de conservar a sua individualidade.

Ou seja, por mais evoluídos que os espíritos sejam, cada um vai ter sua característica, nunca vão ser iguais.

Então o médium pode identificar por exemplo que o espírito que está ali presente na sessão mediúnica foi Chico Xavier.

Mas para isso realmente acontecer o médium tem que estar com a mesma sintonia que o espírito, ser humilde e amoroso igualmente o espírito é.

Por conta disso é tão raro, infelizmente são poucas pessoas encarnadas que estão nesse nível de elevação moral.

Existem muitos meios de descobrir a identidade dos espíritos. Como por exemplo a assinatura, jeito de falar, e outras características.

Dessa forma se ele veio para dar uma mensagem especificamente a alguém que viveu com ele encarnado, será direcionada para a pessoa que vai reconhecer sua caligrafia. Somente para isso serve a identidade dos espíritos.

Mas se os espíritos estão presentes apenas para transmitirem amor, que diferença faz a identidade dos espíritos?

Enfim, temos que lidar com os espíritos em trabalhos mediúnicos com muita cautela, compaixão e equilíbrio. E a identidade dos espíritos fica para segundo plano, porque o que importa mesmo é o que ele tem por dentro.

Escrito por: Haila Vicente

(Fonte: Identidade dos espíritos – Cap. 24 Livro dos Médiuns)

Para saber mais sobre o assunto, assista:

Existem espíritos oportunistas no plano espiritual? – Interpretando a Vida

O mundo dos espíritos – Revolução Espírita

Identidade dos espíritos

deixe um comentário

WhatsApp