Homossexualidade e espiritismo

Pronto Atendimento

Somos espíritos que hora encarnamos em corpos femininos e hora em corpos masculinos, dependendo da nossa necessidade de evolução. Equipe formada por Cesar Carvalho, Paulo Reis e Marcos Casella. Mediação de Guiomar Sant’Anna.

Leitura complementar

Homossexualidade na visão espírita

Essa semana tivemos uma polêmica muito grande acerca da decisão de um juiz do Distrito Federal favorável a um grupo de psicólogos que reivindicam a chamada “cura gay”. Essas terapias são proibidas pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP), desde o ano de 1999. Além disso, no ano de 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) retirou a Homossexualidade da lista internacional de doenças. O CFP e a Ordem dos dos Advogados do Brasil (OAB), já se pronunciaram contra e vão recorrer da decisão.

O espiritismo é uma doutrina que não possui dogmas, ou seja, princípios indiscutíveis. Ela prega o aprendizado constante em ciclos de experiências. A doutrina codificada por Allan Kardec é também baseada na filosofia, ciência e religião, que juntas são capazes de nos esclarecer e nos ensinar da melhor forma possível o caminho do progresso moral.

No obra, O Livro dos Espíritos, a pergunta de número 200 nos esclarece um ponto principal para a questão: Têm Sexo os Espíritos?

“Não como entendeis, pois o sexo depende da organização. Há entre eles amor e simpatia, mas baseados na concordância dos sentimentos.”
Grandes nomes na doutrina dos espíritos no Brasil nos esclarecem algumas questões fundamentais. Raul Teixeira é um deles e usa a seguinte frase a se referir sobre o amor:

“O amor não vê a morfologia, o amor ama.”

Divaldo Franco ao falar sobre a Homossexualidade diz que a conduta moral em um relacionamento é aquela que não tem agressões e promiscuidade. Sendo associada erroneamente de forma quase que exclusiva para se referir sobre homossexuais.

A palavra promíscuo tem dentro do significado sexual a compreensão do indivíduo que mantém relação sexual com muitos parceiros. O médium acrescenta que essas condutas podem partir de ambos os sexos. Divaldo ainda nos diz que a homossexualidade é uma experiência evolutiva, não sendo nem uma doença e nem castigo divino, e que a perversão da conduta sexul pode partir sim de uma pessoa Heterossexual, como explica na seguinte afirmação:

“O uso que cada um faz que dará a dignificação ou o desvio de conduta moral.”

Francisco Cândido Xavier, Chico Xavier, em entrevista ao programa Pinga Fogo da extinta TV Tupi, respondeu à algumas perguntas sobre o tema. Ele diz ser uma condição da alma humana e que não deve ser considerado como fenômeno espantoso. Confira um outra afirmações do médium:

“Tanto como acontece com a maioria que desfruta de uma sexualidade dita normal, aqueles que são portadores de sentimentos de homossexualidade ou bissexualidade são dignos do nosso maior respeito.”

Portanto, é fundamental aprendermos a compreender e respeitar, pois a intolerância é um mal do indivíduo que ataque etnias, sexualidade, religião, apenas com a certeza de que suas convicções são a verdade absoluta dentro de qualquer sociedade. Bom, basta apenas estudarmos a história para podermos perceber todas as tragédias causadas pelo homem motivado pela intolerância e ignorância.

Em suma, Deus é amor, criador de todas as criaturas que nos presenteou com nossa singela existência, ainda em evolução. O amor pode se manifestar em todos nós, pois somos a criação Dele. Além disso, aprenda a amar e doar o seu a amor a todos. Além disso, o Papa Francisco nos disse:

“Se uma pessoa é gay, busca Deus e tem boa vontade, quem sou eu para julgá-la?”

Dica de leitura: Acesse Mundo Maior e conhece o romance, Um Amor Diferente, sobre homossexualidade.

Texto originalmente publicado em 21 de setembro de 2017. 

 

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

  • Na atualidade, em todos os campos sociais, não apenas no meio Espírita, busca-se implantar o entendimento voltado para a fraternidade e respeito para conosco, pessoas LGBT, independente da “explicação” aceita pela coletividade para as identidades Trans e para a sexualidade Homo. Busca-se implantar o respeito para com os casais homossexuais e as famílias formadas por nós e nossos filhos, biológicos ou adotivos.

    Por mais que em muitas fraternidades ainda prevaleçam um olhar discriminatório e favorável a práticas de abstinência forçada da sexualidade dentre LGBTs, a abertura para o respeito a nossas vivências tem avançado de forma significativa, principalmente a partir da postura de autores espíritas que defendem uma educação para a alteridade, tanto no meio espírita como em toda a sociedade.

    Somos muitxs compondo os ambientes das Fraternidades Espíritas. Nossas identidades nem sempre estão nítidas, mas o preconceito que sofrem xs gays mais evidentes e xs pessoas trans não hormonizadas, atinge a todxs nós que de alguma forma sentimos a pertença ao meio LGBT, sem dúvidas. E sem dúvidas é um avanço e alegria quando se percebe que o grupo espírita a que pertencemos está aberto ou se abrindo para uma postura mais acolhedora para com as “diferenças”.

    A respeito de novas posturas e para divulgar vivências e tendências da pessoa LGBT no meio Espírita, em diversas partes do Brasil, estamos escrevendo este blog, que conta com a colaboração da comunidade espírita para esta grande roda de conversa virtual. Se este assunto te interessa, escreva a sua contribuição e envie para bloglgbtespiritabrasil@bol.com.br e seu texto será publicado no blog https://lgbtespirita.blogspot.com/

deixe um comentário

WhatsApp chat