Existe reencarnação compulsória?

Reencarnação compulsória realmente existe? 

No programa Livre Pensamento com Paulo Henrique Figueiredo e Claudio Palermo é questionado se existe reencarnação compulsória?

E eles esclarecem que Allan Kardec em nenhum momento usa esse termo em seus pentateuco.

Mas com o grande acervo de estudos deixados por ele.

Podemos ter noção de que a reencarnação é algo natural que vai como se fosse um instinto.

Então, a reencarnação compulsória pode ser considerada quando afligimos as leis divinas e ainda não conquistamos nosso livre-arbítrio.

Então Deus com sua infinita sabedoria, faz com que nós reencarnamos para passar por nossas provas e expiações e assim evoluir.

Mas isso de modo nenhum pode ser considerado como um castigo, porque é apenas uma situação que passamos por ainda não termos conquistado a nosso livre arbítrio.

Deus não fica comandando nossas ações e impondo situações, a reencarnação compulsória não existe.

A reencarnação é como respirar, você faz sem perceber, apenas por instinto.

Mas a partir do momento que você tem plena consciência das suas ações, conquista o livre arbítrio, você analisa tudo a sua volta e o que deve ou não fazer em sua vida.

Na medida em que desenvolve sua razão e senso moral, amplia seu livre-arbítrio.

Então, a liberdade da vontade permite adquirir conhecimento e virtude.

Nossa liberdade de agir é constrangida por limitações, o prisioneiro se move só no espaço de sua cela, a morte é inevitável para todos os mortais, a necessidade de se alimentar é incontornável, entre muitos outros exemplos.

Porque diz ainda Allan Kardec:

“Deus nos deu pela fatalidade mesma da reencarnação, os meios de adquirir incessantemente, renovando as provas nas quais fracassamos.”

O erro é um instrumento do acerto.

Cada prova em dupla finalidade, sendo sempre uma oportunidade para subir mais um passo de um lado, e superar imperfeições de outro.

Para saber mais sobre o assunto, assista:

EXISTE REENCARNAÇÃO COMPULSÓRIA? – Livre Pensamento

 

deixe um comentário

WhatsApp