TV Mundo Maior Segredos e dicas sobre ser Médium - TV Mundo Maior

Evangelho e Reforma Íntima

Segredos e dicas sobre ser Médium

Segredos e dicas sobre ser Médium

Enviado em 6 de agosto de 2018 | Publicado por Haila Azevedo

Em princípio o termo formação de médiuns me parece um pouco paradoxal, uma vez, que todos nascemos com mediunidade, mais ou menos ostensiva, mas todos temos mediunidade.

Ao falar em formação de médiuns estaremos falando em estudo da mediunidade, ou mais ainda,  a educação da mediunidade, curso este bem ostensivo nas casas espíritas.

O médium já nasce médium, a casa espírita na verdade vai educar essa mediunidade para que se obtenha o controle e transformá-la  em uma ferramenta muito preciosa que Deus colocou em nossas mãos.

Ao controlar a mediunidade, estamos afiando uma ferramenta muito poderosa no meio espírita para que o médium se coloque a serviço da seara do bem.

Tipos de mediunidades mais comuns:

*Psicofonia (através da fala)

*Psicografia (através da escrita)

*Pintura mediúnica (Através da pintura)

*Psicometria (leitura de objetos)

*Etc…

Mediunidade, como o próprio nome sugere é a capacidade que temos de estarmos mediando o plano da terra de encarnados com o plano espiritual de desencarnados.  

O médium aproxima os encarnados dos desencarnados e é responsável pela comunicação entre os dois planos.

Quais fatores mais implicantes na mediunidade?

O orgulho e a vaidade são os parâmetros que mais afetam o médium, pois através dessas mazelas que são inerentes do ser que o médium encontra seu maior entrave para o desenvolvimento da mediunidade.

Quanto mais elevação moral tem o médium, mais eficaz será o resultado de seu trabalho.

É preciso estudar para ser médium?

Não, como falamos acima todos temos mediunidade independente do estudo. A questão está no controle e uso ou mau uso desta ferramenta.

Como controlar mediunidade em uma criança?

A criança pode sim ter mediunidade ostensiva, e, se isso estiver acontecendo se faz necessário um trabalho bem intensivo para que a mesma tenha controle.

A Evangelização infantil, aplicada em algumas casas espíritas tem sido o melhor caminho para se obter resultado com crianças que apresentem mediunidade.

Esse controle não é fácil, haja vista que a criança tem um espírito de adulto mas está na condição infantil, tornando ainda mais delicado e necessitando um bom tato para se alcançar um bom resultado.

O que fazer com o adulto quando não tem o estudo mas a mediunidade está aflorada?

O controle também requer muitos cuidados.

Algumas casas espíritas já os colocam imediatamente para exercer a função de tarefeiros diretos  em equipes de desobsessões e acompanham o resultado prático, bem como o estudo necessário. outras trabalham esses casos fazendo duas frentes: estudo e experimentação.

É através da experimentação que o médium vai aprender o que vem dele ou não, equilibrando o mesmo para que aos poucos consiga o equilíbrio e colocar a mão na “ferramenta” mais preparada.

A mediunidade pode se transformar numa ferramenta perigosa se não for usada para o bem, como se colocássemos uma arma nas mãos de uma criança.

Os bons espíritos se afastam dos médium que estiverem fazendo maus uso, deixando os a mercê da própria sorte e entregues aos “leões”.

Como falamos acima a vaidade e o orgulho  são os parâmetros que mais levam os médiuns a falirem  em seus trabalhos, dando “brechas” para que os espíritos inferiores ou das trevas se apoderem do mesmo chegando ao ponto de subjugação, estágio este que o médium perde completamente o domínio de si e passa a ser dirigido por esses espíritos de terceira ordem na escala espírita sem compromisso nenhum com o bem.

Em resumo, mediunidade é um caso muito sério, por isso para se dizer médium é necessário o estudo teórico e prático para não cair nas “garras” de falanges de espíritos malfeitores.

(Autoria: Arcangelo Vicente)

Para saber mais sobre o assunto, assista:

Influência Moral do Médium – Mediunidade Hoje

Parte 1

Parte 2

Parte 3

 

Comments

comments

Deixe seu comentário:


WhatsApp
Clique aqui