Dia do Professor à luz do espiritismo

Jornal Nova Era

A edição desta semana fala sobre o Dia do Professor à luz do espiritismo. O professor é o responsável em despertar em nós os talentos e atributos que trazemos das nossas experiências reencarnatórias para nos tornar professores de profissão ou de coração. Veja os comentários de Deusa Samú e Del Mar Franco Gonzales e apresentação de Guiomar Sant’Anna no Jornal Nova Era deste segunda-feira.

Leitura complementar

A educação é o caminho da evolução

“A Educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo. Devemos promover a coragem onde há medo, acordo onde existe conflito e inspirar esperança onde há desespero.” Nelson Mandela.

Nós somos aqueles com o poder de mudar o mundo. Em síntese, é necessário coragem e esperança e acreditar que podemos sim construir, juntos, um mundo melhor.

Mesmo dentro de sociedades conflituosas contendo indivíduos com pensamentos retrógrados que disseminam o ódio para aqueles menos instruídos e suscetíveis às influências.

Jesus Cristo veio a Terra nos ensinar a educar para evoluir. Ele teve paciência, amor e deixou para nós a mensagem de esperança no próximo. Além disso, educar é uma tarefa da sociedade, da família, dos professores, dos líderes e principalmente de cada um de nós. Aprender e ensinar fazem parte do nosso processo de evolução que passamos nesse planeta de provas e expiações.

Visão espírita da educação

“É pela Educação, muito mais do que pela instrução, que vamos atingir o progresso moral”, disse Allan Kardec.

Primeiramente, a educação é o desenvolvimento físico, intelectual e moral do ser humana. É por meio dela conhecemos o mundo, aprendemos a ouvir e a falar, a ser curiosos e questionar. Pois a educação nos ensinou que os estudos nos levam a uma conclusão de acada situação.

Nos perguntamos diariamente, desde os simples atos do cotidiano, como é incrível questionar, pois assim mudamos e evoluímos.

“Os livros não mudam o mundo, quem muda o mundo são as pessoas. Os livros mudam as pessoas. Mário Quintana

A humanidade aprendeu a registrar seus conhecimentos, com  os desenhos de caça e sobrevivência nas pedras, até a surgimento da escrita. Com ela, pudemos passar para as gerações futuras nossa história e conhecimento. A educação propaga por meio da História, com os erros e acertos da humanidade. Os livros nos ensinam a cada dia, a cada frase, a cada pensamento, e cabe a nós discernir sobre as situações.

“Educação, em boa síntese, é a Luz que circula vitoriosa do sentimento ao raciocínio, sustentando o equilíbrio entre o cérebro e o coração. A ideia esclarece. O sentimento Cria. A palavra edifica.” Emmanuel.

Equilíbrio

Com isso, aprender a equilibrar o nosso interior nos faz conciliar os conhecimento adquirido através da educação com o amor de sentimentos puros. Em suma, devemos ter uma sociedade bem educada e instruída que ama seu próximo. Além disso, que pensa no progresso coletivo sabendo que todos somos irmãos no caminho da evolução.

É isso que nos fará aproximar-nos dos ensinamentos de Deus, que é o puro amor e a prática dele sempre, principalmente com o crescimento coletivo que a educação nos proporciona.

Texto publicado em 24 de agosto de 2017. 

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

leave a reply

WhatsApp chat