Conversando com Humberto Pazian: Autoconhecimento.

“Conhece-te a ti mesmo”, nos disse Sócrates, ainda na grécia antiga, para que antes de tentarmos conhecer o mundo e seus mistérios, nós olhássemos para nosso interior para nos compreendermos.

É fundamental para o nosso crescimento espiritual o autoconhecimento e a doutrina espírita nos revela isso quando propõe a reforma íntima, para então entendermos quem somos e como somos aumentando a percepção de nossas qualidades e de nossos defeitos, que contribuem em diversos pontos ajudando no processo de evolução que passamos, encarnados e desencarnados.

Para nos inteirarmos mais sobre o assunto, conversei com  o Psicoterapeuta Acupunturista Humberto Pazian, que é apresentador do programa Oficina da Mente TV Mundo Maior e da rádio Boa Nova. Ele nos conta que o autoconhecimento é um processo construído em nosso interior a partir do reconhecimento do que é nosso, mas também pela análise e reflexão de si próprio e das situações vivenciadas que farão você tomar uma conclusão naquele momento e decidir mudar ou não seus conceitos e atitudes.  

É comum a possibilidade de criar personagens e máscaras para algumas situações pela falta do conhecimento próprio havendo a necessidade de se adaptar, porém outras vezes pode ser proposital, como nos diz Pazian. Ele completa dizendo talvez nãos er um personagem, mas um impulso em situações de nervoso que podem nos servir como reflexão que nos faz perceber os erros e suas consequências poderiam forçar a mudança desse comportamento. Essa análise de comportamento se dá, segundo ele porque “nós mudamos quando estamos insatisfeitos”, e por gerar um incômodo em nós passamos a refletir sobre as situações e nossas convicções e atitudes.

O Controle dos pensamentos e das emoções são fundamentais para o exercício da mudança, pois nos fazem racionalizar os problemas e estar receptivel a compreensão da opinião do outro, sem um pré-julgamento. Pergunto a Humberto se as pessoas podem nos influenciar em nosso conhecimento pessoal e ele nos diz que somos “mutantes” e que nossas opiniões podemos alterar conferir o tempo, o aprendizado e o contato com as pessoas e que devemos tomar cuidado com o qual emocionalmente somos influenciados, mas que as atitudes que tomamos são de nossa responsabilidade.    

Pazian também nos aconselha a não sermos iguais a ninguém sendo necessário para a evolução coletiva o diferente, as ideias novas e as opiniões diversas que poderão ser colocadas para o construção de uma sociedade evoluída. Ele nos indica a meditação como forma de auxiliar o autoconhecimento e alcançarmos o equilíbrio e o controlo de nossa mente com harmonia entre a razão e a emoção,  pois segundo ele meditar  é “Estar com Deus”, conexão que nos traz serenidade e tranquilidade para enfrentarmos os desafios e o entendimento de si próprio para a ascensão do espírito da sua jornada de existência.  

 

*Este texto é de responsabilidade de seu autor. Não representa necessariamente a opinião da TV Mundo Maior.

Escrito por: Ricardo Guelfi de Souza

Estudante de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Estagiário de Marketing na TV Mundo Maior.

 

 

 

 

Para saber mais sobre o assunto, assista:

Como equilibrar a mente – Oficina da Mente

Parte1

Parte2

Parte 3

Parte 4

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

deixe um comentário

WhatsApp chat