Como saber quem somos neste mundo?

Jesus e o Logos

Claudio Palermo e Aldeniz Leite analisam a visão que temos da nossa vida? Por que essa visão é distorcida? Quais são as consequências de uma visão distorcida da vida como essa? “Que o maior dentre vós seja o que serve”: como a Logoterapia vê esse enunciado? Isso quer dizer que querer ser atendido é um erro? E quando damos (“servimos”) e recebemos a ingratidão? “Vós me chamais de mestre e senhor e dizeis bem pois eu o sou”. Jesus sabia bem que Ele era. É importante saber quem se é neste mundo? De que forma agir para mudar a nossa visão do mundo transitório e viver melhor?

Leitura complementar

Autoconhecimento e autotransformação é o que você precisa!

Para você conseguir se transformar para melhor é necessário ter conhecimento de si próprio. Para te auxiliar separamos algumas dicas, conselhos e inspirações para te ajudar a se conhecer perfeitamente.

Poucas pessoas tem a capacidade de se analisar e saber no que está errando ou acertando. Até as próprias imperfeições é muito difícil de achar em nós próprios.

Que ninguém é perfeito nós já sabemos. Mas temos o hábito de nos incluirmos nesse meio?

Ao falar mal do erro ou a imperfeição de alguém, nós falamos com propriedade e algumas vezes já sabemos o que a pessoa precisa fazer para se melhorar.

Mas quando será a hora de nós olharmos pra nós mesmos, analisar, julgar, expor o erro e a imperfeição e depois dar uma solução?

Pois esse momento chegou! Uma das dicas é pensar em você como em segunda pessoa. Vou dar um exemplo de mim mesma. Outro dia parei para analisar minhas atitudes, pensamento e ações.

“Essa menina é muito preguiçosa, nervosa e ansiosa!” Falei com propriedade sobre eu mesma. Depois disso, tentei achar uma solução, fui eliminando os vícios que não me deixava combater as más tendências.

Como por exemplo o simples hábito de ficar no celular a noite inteira, invés de estudar inglês (algo que eu tenho grande dificuldade em aprender)

Ao notar que estudar se tornou minha rotina e até mesmo algo robótico que minha mente e meu corpo já sabiam lidar. Eu fui encaixando mais algumas coisinhas no meu dia dia.

Mas, tudo isso, graças ao trabalho de autoconhecimento que eu tive no início. De me analisar e revelar as imperfeições que não me deixavam caminhar pra frente.

Então, faça isso, se ame e se conheça. Pense bem também no que você fala nos seus pensamentos. Enfim, não viva como um robô ou no automático.

Texto publicado em 5 de setembro de 2018. 

 

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

deixe um comentário

WhatsApp chat