Como andam nosso valores quando analisamos o outro? – Visão Social

Recentemente houve um repercussão sobre uma loja de grife que colocou um código sinalizado por um sistema de som para alertar os funcionários a entrada de pessoas negras e vestidas de maneira simples dentro do estabelecimento, fazendo com que o consumidor passasse de cliente à pessoa suspeita. Jose Medrado fala sobre esse assunto e nos questiona: Por que ainda conceituamos o caráter das pessoas pelo tom de pele e roupa que veste? E você o que pensa sobre esse tipo de atitude justificado como medida de segurança ? Acompanhe agora aqui no Visão Social

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

leave a reply

WhatsApp chat