Como a resignação nos faz evoluir?

 

“A obediência é o consentimento da razão; a resignação é o consentimento do coração.”   

A resignação é uma das virtudes que Jesus nos ensinou e que devemos praticar em busca de nossa evolução. Ela não é nenhuma rejeição de sentimentos ou forma de submissão, e sim uma demonstração de doçura e compreensão das dificuldades e obstáculos em nossa vida.

“Deveis considerar-vos felizes por sofrermos, visto que as dores deste mundo são o pagamento da dívida que as vossas passadas faltas vos fizeram contrair; suportadas pacientemente na terra, essas dores vos poupam séculos de sofrimento na vida futura.”

Obedecer às leis divinas e aceitar as provas destinadas a nós é tratar com serenidade a missão de nossa encarnação e enfrentar com sabedoria o que nos foi cabido, pois esses flagelos são o saldo de nossas dívidas passadas que devemos cumprir como aprendizado.

“O homem pode suavizar ou aumentar o amargor de suas provas”

Está nas mãos de cada um, conforme as leis do livre arbítrio, escolher sorrir ou chorar. Se a vida te der uma prova, não se desespere, acredite que Deus está com você. Isso é a maior demonstração de resignação, pois sabe que a espiritualidade superior confiou-lhe uma missão, mesmo que dolorosa, e superá-la com fé é a prova de sua sabedoria.

“A certeza de um futuro mais ditoso o sustenta e anima e, longe de se queixar, agradece ao céu as dores que o fazem avançar.”

Quando desencarnamos nossa vida passa para o plano espiritual, assim como nossos deveres e aprendizados para evoluir. Passar por problemas hoje pode ensinar mais ao nosso espírito e confiar em Deus é você respeitar suas vontades agradecendo diariamente pela encarnação, independente do curso que ela tomar.

A resignação é vontade de aprender tendo a ciência que aquela missão foi confiada a você e que podemos sim cumpri-la, com muita determinação para evoluirmos agora, então não espere para se elevar a espiritualidade, use todas as suas forças e mantenha a fé de Deus sempre e acredite que sua existência será melhor.

 

Fontes: Os Trechos acima foram retirados do Evangelho Segundo o Espiritismo de Allan Kardec, Cap. V – Motivos de resignação e Cap. IX – Obediência e resignação.
 

*Este texto é de responsabilidade de seu autor. Não representa necessariamente a opinião da TV Mundo Maior.

Escrito por: Ricardo Guelfi de Souza

Estudante de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Estagiário de Marketing na TV Mundo Maior.

Motivos de Resignação – Espiritismo sem Mistério

Parte 1

Parte 2

Parte 3

Parte 4

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

leave a reply

WhatsApp chat