Cartas de Kardec

O dia 3 de outubro marca o aniversário do notável filósofo e pedagogo francês Allan Kardec,

responsável pela codificação da Doutrina Espírita, que teve como ponto de partida a publicação de

O Livro dos Espíritos, em 18 de abril de 1857, apresentando conceitos profundos sobre imortalidade da alma, vida após a morte, reencarnação, natureza dos espíritos, entre outros temas relevantes do ponto de vista espiritual.

Desde então muitos fatos, turbulências e perseguições às ideias espíritas ocorreram até que chegasse aos dias de hoje, conquistado um grande número de seguidores no mundo, em especial no Brasil.

Ressaltando a importância dessa obra grandiosa de Hippolyte Léon Denizard Rivail, conhecido pelo pseudônimo de Allan Kardec e outros ícones de destaque que lutaram para vencer as barreiras do preconceito, a Fundação Espírita André Luiz em parceria com o Instituto Canuto Abreu lança o projeto Cartas de Kardec, que tem como objetivo garantir a preservação de um material inédito que guarda a memória do Espiritismo.

O lado humano e familiar de Allan Kardec, os bastidores e a troca de cartas da sociedade espírita de seu tempo, e sua intimidade são absolutamente desconhecidos. Um dos documentos do acervo, por exemplo, lança luz sobre a genialidade, a fé racional e a humanidade do codificador.

Projeto Cartas de Kardec no Catarse busca preservar memória histórica

Após o bem- sucedido projeto de financiamento coletivo no catarse realizado pela Mundo Maior Filmes para a produção do documentário Nos Passos do Mestre lançado em 2016 nos cinemas, que ganhou grande apoio do público, sendo escolhido inclusive como caso de sucesso para capa da revista Veja São Paulo, a Fundação Espírita André Luiz lança um novo projeto de captação de recursos: Cartas de Kardec, um acervo com 740 manuscritos inéditos que sobreviveram após 150 anos de perseguição.

Nesse material Allan Kardec revela os bastidores, a intimidade, a verdadeira história do espiritismo. A proposta desse financiamento é recuperar e tornar público esse extraordinário legado por meio de um Memorial do Espiritismo, um site contendo as cartas digitalizadas, traduzidas e comentadas, uma série de livros, um banco de imagens e um filme narrando a saga das cartas que sobreviveram à queima proposital do espólio de Kardec, a um saque nazista e diversas tentativas de destruição e ocultação.

Desde o lançamento das principais obras de Kardec, o espiritismo sofreu a interferência de seitas e filosofias que pouco ou nada tinham haver com a proposta do codificador do espiritismo. Os 740 manuscritos tem o poder de demonstrar por meio de fatos incontestáveis que se deram na França do fim do século dezenove, o descontentamento do grupo fiel a Allan Kardec com outro grupo que se apossou do espólio de Hippolyte, os manuscritos descrevem planos de destruição da mensagem kardequiana. São documentos inéditos que podem recolocar o espiritismo nos trilhos da proposta de seu codificador.

O Acervo

São 740 manuscritos inéditos escritos por Allan Kardec, sua esposa Amélie Boudet, Léon Denis, Gabriel Delanne e Camille Flammarion. O pesquisador espírita, farmacêutico, médico e advogado, Dr. Silvino Canuto de Abreu percorreu o mundo em busca desses documentos históricos e milhares de livros que recontam a história do espiritismo, sendo que alguns datam do século XIV e narram estudos e acontecimentos que envolveram espiritualidade, mediunidade e aparição de espíritos em épocas anteriores ao descobrimento do Brasil.

O acervo, embora se encontre em boas condições, atravessou as intempéries do tempo e parte dos documentos precisam ser restaurados, higienizados e digitalizados para que se tornem disponíveis ao público, a pesquisadores e a estudiosos do espiritismo e espiritualismo. O potencial do acervo é gigantesco, ofertando à Ciência e Filosofia Espírita conhecimentos que impactarão positivamente a divulgação do espiritismo pelo mundo afora.

Sobre a FEAL

A Fundação Espírita André Luiz (FEAL) é uma entidade espírita sediada em Guarulhos, com décadas de trabalhos na divulgação espírita, mantenedora da Rádio Boa Nova e TV Mundo Maior; nascida das Casas André Luiz, entidade que há 70 anos presta atendimento gratuito a deficientes intelectuais e físicos.

Serviço

Projeto Cartas de Kardec – saiba: https://www.catarse.me/cartasdekardec

deixe um comentário

WhatsApp