As aflições e os aflitos

As aflições e os aflitosNenhuma folha cai sem motivo algum. Houvera, pois, um caminho traçado em estação por estação. Os ventos nela soprado, os animais que por ela passaram e o sol que a iluminou. Assim se faz nossas aflições. Somos um conjunto de encarnações, de passos cumpridos, ora com êxito, ora com equívoco. 

Nossas aflições são o brado inquieto das expressões morais do nosso íntimo. Será possível, portanto, não sofrer? Isso pois, quando compreendemos a palavra dos Espíritos, estaremos blindados das aflições? 

“Bem-aventurados os que choram, pois que serão consolados.”

Seremos, pois, consolados. Mas, também recairá sobre nós a Justiça das Aflições. Jamais tal expressão demonstra castigo. A bondade e misericórdia de Deus nos proporciona a oportunidade de aprender tendo consciência do caminho que traçamos.  

Para compreendermos nossos equívocos, é necessário colher as consequências. Entretanto somos os únicos responsáveis por nossas aflições. Minhas imperfeições morais podem se reverberar em pensamentos, palavras e ações que por vez reverbera em sofrimento. 

Entendido isso, qual deve ser nossa postura para cessar parte dessas aflições? Há de se compreender que se agirmos de forma cortês a nós mesmos, seremos fortes e corajosos e enfrentaremos as aflições com dignidade. 

Se ainda sofremos os amargores, se nosso coração ainda aperta, é porque permitimos ser atingidos por tal força. Devemos interromper gradativamente as imperfeições que causa tais aflições e os sofrimentos que ainda vamos passar exigem de nós uma postura diferente. Não fomos criados para chorar, fomos criados para sorrir, ter força, fé e perseverança sempre. Atributos esses são recompensas de nossa evolução moral e intelectual. Os tempos são chamados, seja você aquele que sorrirá.

 

Fonte: O Evangelho Segundo o Espiritismo – Cap. V – Bem-aventurados os aflitos.

Escrito por: Ricardo Guelfi de Souza

Estudante de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Assistente de Mídias Sociais na TV Mundo Maior. 

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

deixe um comentário

WhatsApp chat