Apego na visão espírita

Quanto mais você se apega a uma situação, mais você deixa de viver outras situações que poderiam ser proveitosas.

Quanto mais você se apega a um sentimento (como a raiva ou a mágoa), mais você quer repeti-lo e mais essa emoção te domina. Quando uma situação nos proporciona um prazer sucessivo, isso pode gerar um apego como alicerce psicológico em nossa vida.

Aquele que se apega facilmente, faz sua vida depender do objeto do qual é dependente. Apego é o caminho mais fácil, gera conforto, estabilidade e nos dá uma base, algo no qual se segurar. Trata-se de uma base falsa, pois tudo o que existe, um dia chegará ao fim, nada se mantém eternamente. Aquele que não imagina sua vida sem algo ou alguém, está seguindo rumo a infelicidade. Nos apegamos a pessoa, a coisas, a situações, a ideia e até a emoções.

O maior apego é sobre nós mesmos.Não queremos morrer, não queremos nos perder, não queremos ser esquecidos. Alimentamos o máximo nosso ego para sentir que continuaremos existindo. E tudo aquilo com que nos apegamos, ficamos com medo de perder. E o medo paralisa nossa vida, nos atrasa, nos prende, nos desequilibra. O apego é um dos maiores inimigos do ser humano, ele nos escraviza e nos submete. O apegado diz “Não posso viver sem isso”, “Não posso viver sem aquilo”.

Sempre que nos apegamos, precisamos de mais e mais, e nunca estamos satisfeitos. Quem se apega a uma pessoa, quer sua presença a todo momento, e não consegue mais viver sem ela. Quem se apega quer, de alguma forma, suprir uma carência ou uma ausência dentro de si mesmo. Mas nossos apegos nunca poderão nos preencher.

Quem tem fé, não se apega, não precisa de nada para se completar. Aquele que coloca muitas coisas sobre uma lâmpada, abafa sua iluminação. Libere sua lâmpada, sua chama interior de tudo que está tampando seu brilho, assim sua essência brilhará livremente. Renuncie a todos os seus apegos, deixe de lado tudo aquilo que te prende… isso é liberdade. Aquele que vive desprendido de tudo, sem dependências, ou vícios, necessitando do mínimo possível, é muito mais feliz.

(Fonte: Espiritismo e Conhecimento ).

Para saber mais sobre o assunto, assista:

Apego – Interpretando a Vida

 

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

deixe um comentário

WhatsApp chat