Ano novo, vida nova?

Humberto Pazian

Humberto Pazian analisa o comportamento de pessoas que tem muitas ideias em um novo ano mas não executa durante o período, por que estas pessoas não aproveitam?

Leitura complementar

Espiritismo na prática

Como sabemos a doutrina espírita é um estilo de vida. Não é somente adquirir conhecimento e orar. Tem a ação que é tão importante quanto os aprendizados.

Nós temos grande dificuldade em colocar os ensinamentos de Allan Kardec no nosso dia dia. Por ele ter deixado toda a sua bagagem de estudo e conhecimentos, temos em mente que somente estudar e compreender já é o suficiente.

Mas não é. Praticar a caridade e amar o próximo como nós mesmos é um dos nossos deveres se nos dizemos ser espíritas.

A vida às vezes nos prega provas para termos a oportunidade de realizarmos aquilo que estudamos. Como por exemplo, alguém vir falar conosco com injustiça ou simplesmente realizar algo que não é do nosso agrado.

O que temos que fazer em uma situação dessa? Contar até 10 e pedir para que os espíritos de luz se aproximem e nos dê clareza para realizarmos a melhor resposta perante o nosso irmão que está em evolução assim como nós.

Essa é a verdade prática do espiritismo, termos sempre uma palavra amiga para compartilhar e coração aberto para aceitar qualquer desafio que o destino impõe em nossa vida para evoluirmos espiritualmente.

Jesus Cristo foi nosso mestre e nos mostrou que a vida tem que ser vivida de acordo com os ensinamentos de Deus. A nossa liberdade será conquistada de acordo com nosso grau de evolução. Então, o livre arbítrio nos será dado. (Estudo retirado da obra A Gênese, original de Allan Kardec)

Porque para evoluirmos espiritualmente temos que praticar todos os ensinamentos de Jesus que Allan Kardec veio e especificou para nós. Tudo está esclarecido em nossa mente e as leis divinas ficam em nosso coração. Agora basta, realizar.

Texto publicado em 11 de setembro de 2018. 

deixe um comentário

WhatsApp