Agora e na hora da nossa libertação

Para o espiritismo a morte é apenas um fenômeno biológico que coloca fim à uma encarnação das muitas que passamos em busca da evolução.

Aos olhos da humanidade a morte é tristeza, perda, saudades ou medo. Temer a hora da morte é não ter fé nas vidas passadas, nas futuras e principalmente esquecer da misericórdia de Deus.

O poema abaixo nos faz refletir sobre a morte e nosso medo pela passagem.

 

Agora e na  hora da libertação

 

A vida… Por que?

Para que serve a vida se não para libertar das muitas vidas?

Se libertar…

Do que?

Das contínuas mortes.

E para que serviria as contínuas mortes, se não nos libertar?

Libertar da vida.

Das vidas…

A morte é o retorno à vida,

e o nascimento é a luz da nova vida.

A vida é alem…Alem da vida.

Uma vida? Muito breve para se viver,

aprender,

e morrer;

várias e incansáveis vezes,

Morrer…

A morte serve para isso,

para continuarmos vivendo.

O fim é apenas o desespero imperativo de crianças rebeldes.

É  angústia, é descrença.

É o medo do escuro,

do breu e do mistério.

Medo do Umbral* das muitas vidas.

Temor à porta da morte.

Mal sabem…

A  morte os faz brevemente livres,

em busca da libertação que é viver.

Morrer?

Tolos…

Quantas vezes já não morremos

e quantas ainda não vamos morrer?

A morte é um lindo anjo com sua túnica preta,

asas acinzentadas.

O capuz é para não ser reconhecido,

e foice é para afastar o mal.

A morte não é o mal.

Morrer é continuar vivendo.

O mal é o medo que está em sua consciência,

o medo é não dizer amém no fim da oração.

 

*A palavra Umbral significa lugar através do qual se consegue entrar (no interior de); porta, entrada ou limiar.

A palavra foi utilizada na obra Nosso Lar, de André Luiz, para designar um local transitório não material de passagem de espíritos, equivalente ao purgatório.

 

Para saber mais sobre o assunto, assista:

O que vem depois da morte? – Mundo Maior Repórter

Parte 1

Parte 2

Parte 3

Parte 4

 

Fontes: Dicio. Imagem ilustrativa retirada de wikia.

*Este texto é de responsabilidade de seu autor. Não representa necessariamente a opinião da TV Mundo Maior.

Escrito por: Ricardo Guelfi de Souza

Estudante de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Estagiário de Marketing na TV Mundo Maior.

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

leave a reply

WhatsApp chat