10 Anos depois do Livro dos Espíritos

10 Anos depois do Livro dos Espíritos

Saiba o que aconteceu dez anos após a publicação em Paris, em 1857

O Livro dos Espíritos foi o primeiro livro do pentateuco de Allan Kardec, lançado em 1857, em Paris. Com ele, veio à luz a doutrina espírita: uma ciência prática que consiste nas relações que podem ser estabelecidas com os espíritos e, ao mesmo tempo, uma filosofia que busca compreender as consequências morais que resultam dessas relações.

O livro esgotou em pouco tempo após o lançamento. Além disso, o número de adeptos e simpatizantes do espiritismo cresceu rapidamente.

Então, para oferecer um meio de comunicação a todos os interessados nas manifestações dos Espíritos, bem como unir os que compreendiam a doutrina, Kardec fundou A Revista Espírita – Jornal de Estudos Espíritas. 

Kardec viajava muito para dar orientações necessárias e, ao mesmo tempo, construía-se suas novas obras.

Via, com seus próprios olhos, o estado real da doutrina espírita e de que maneira era compreendida.

Com isso, cada vez mais pessoas interessadas nos ensinamentos do espiritismo tentavam entrar em contacto com Kardec, seja pessoalmente ou por meio de cartas.

Ele chegava a receber, por ano, ao redor de mil e quinhentos visitantes da França e do exterior.

Mas, nem tudo foi fácil; houve alguns espinhos durante a sua jornada. O codificador do espiritismo foi alvo de ódio, inveja, ciúmes, injúrias e calúnias de inimigos encarnados.

Além disso, teve que enfrentar traições, ingratidões e intrigas.

Assim, importantes ensinamentos do espiritismo que ele havia publicado foram deturpados; suas obras chegaram a ser queimadas pelas tochas da intolerância religiosa e proibidas no Index

(Librorum Prohibitorum – lista de livros proibidos criada pela Igreja Católica na Idade Média.)

Contudo, com as novas provas do espiritismo – que Kardec obtinha dos espíritos de luz – constituíam para Allan Kardec importantes estímulos e compensações que lhe faziam esquecer as dificuldades enfrentadas.

Allan Kardec disse ainda: “Poderiam tirar-nos a vida, os bens materiais, porém jamais a felicidade de ter contribuído para levar a paz a corações feridos.”

Mas a colaboradora mais fiel com as obras de Allan Kardec foi sua mulher, Amélie Gabrielle Boudet. Juntos, eles fizeram a diferença na doutrina espírita. Sem ela, com toda certeza, ele não conseguiria.

Porque foi ela tinha as palavras justas para atenuar o sofrimento diante dos ataques do ódio e do sarcasmo e valia-se de sua perspicácia.

Durante as viagens doutrinárias para que ninguém se aproveitasse da conhecida bondade de Allan Kardec.

Os pentateucos só foram publicados depois de Amélie Gabrielle Boudet dar a seu aval se poderia ou não. Kardec fazia questão de ser passado pelo crivo da razão de sua mulher.

Então, após o desencarne de Kardec, Amélie seguiu o seu trabalho e lutou até o seu último suspiro pelas obras de seu marido.

Mas, como naquele tempo o machismo predominava, ela não era muito escutada por conta disso houve as alterações.

Mas a Feal, irá expor para estudos e esclarecimentos de todos, todas as obras originais de Allan Kardec, com o Projeto Cartas de Kardec.

Acesse: facebook.com/CartasdeKardec e saiba de tudo que está por vir!

 

Para saber mais sobre o assunto, assista:

CARTAS DE KARDEC: ROUSTAING, O MAIOR OPOSITOR DO ESPIRITISMO

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

leave a reply

WhatsApp chat