TV Mundo Maior Trabalhos de desobsessão: abertos ou fechados? - TV Mundo Maior

Artigos

Trabalhos de desobsessão: abertos ou fechados?

Enviado em 11 de agosto de 2017 | Publicado por TV Mundo Maior

Alguns conceitos básicos para permitir um perfeito entendimento:

Obsessão: ligação mental negativa entre dois seres; que podem estar encarnados ou desencarnados.

Obsessão pode ocorrer em três níveis: simples, fascinação e subjugação.

*simples: o obsessor causa apenas um pequeno mal-estar

*fascinação: o obsessor produz uma ilusão e causa um  mal-estar generalizado.

*subjugação: o obsessor já paralisa a vontade do obsediado.

Desobsessão: Tratamento nas casas espíritas de pessoas que estão sofrendo essas

ligações.

Equipe de desobsessão: grupo de tarefeiros de uma casa espírita que se reúnem para eliminar essa ligação mental entre os seres.

Assistidos: pessoas (encarnadas ou desencarnadas) com problemas que para se livrarem desse elo negativo procuram a casa espírita.

Porque é aconselhado que os trabalhos de desobsessão não sejam abertos ao público e em muitos casos nem aos assistidos (encarnados) no momento do trabalho mediúnico?

 

  • O público:

 

Esse trabalho requer uma harmonização, preparo do ambiente, concentração da equipe e muito amor. Portanto a participação do público  estaria interferindo, inclusive mediunicamente no bom resultado a ser alcançado. Além disso, poderíamos ter no público pessoas com mediunidades ostensivas que poderiam se envolver mediunicamente com os assistidos desencarnados, desviando assim o foco do trabalho e a reunião perderia o controle e o resultado

 

  • Os assistidos

 

Também não é aconselhável  a participação dos assistidos encarnados  no momento das manifestações mediúnicas, devido, além do envolvimento mediúnico, causar uma “forte  impressão” de estar achando que tudo está ligado ao seu problema e esse assistido poderá sair do ambiente com mais cargas negativas ainda, descaracterizando assim o objetivo do trabalho.

Além disso, não seria caridoso com nossos irmãos sofredores (assistidos espirituais) colocá-los frente a frente com o obsediado, podendo ter uma “invertida”  nos resultados, além de que poderíamos perder completamente o controle da situação.

(Fonte da imagem: http://3.bp.blogspot.com)

*Este texto é de responsabilidade de seu autor. Não representa necessariamente a opinião da TV Mundo Maior.

Texto Escrito por: Arcangelo Vicente

Vice-Presidente do Grupo Espírita Dr. Bezerra de Menezes – GEBEM

 

 

 

 

Para saber mais sobre o assunto, assista:

Reuniões Mediúnicas – Conversando com Divaldo Franco

Parte 1

Parte 2

Parte 3

Comments

comments

Deixe seu comentário:


Clique aqui