TV Mundo Maior Sou obrigado a desenvolver a mediunidade? - TV Mundo Maior

Artigos

Sou obrigado a desenvolver a mediunidade?

Enviado em 22 de agosto de 2017 | Publicado por TV Mundo Maior

Deus nos deu o livre arbítrio e, com isso, temos a felicidade de escolher os nossos caminhos e as provas que devemos de passar para ir evoluindo gradativamente.

Cada ensinamento vem num momento em que acharmos necessário. A questão do livre-arbítrio se pode resumir assim: o homem não é fatalmente levado ao mal; os atos que pratica não foram previamente determinados, os crimes que comete não resultam de uma sentença do destino.

Ele pode, por prova e por expiação, escolher uma existência em que seja arrastado ao crime, quer pelo meio onde se ache colocado, quer pelas circunstâncias que sobrevenham, mas será sempre livre de agir ou não agir. Sem o livre-arbítrio, o homem não teria nem culpa por praticar o mal, nem mérito em praticar o bem.

Deus criou as leis divinas para que tenhamos uma vida livre e em harmonia com ele. Elas nunca serviram para nos prejudicar, porque é a única verdadeira para a felicidade do homem. Sendo assim, eterna e imutável como o próprio Deus. Nós próprios escolhemos o gênero de provas que queremos passar, não é Deus que nos impõe as tribulações da vida, como castigo.

Ele criou a lei do retorno, e, por isso, tudo aquilo que escolhemos acarretará numa consequência. Ou seja, se desejarmos praticar o mal, iremos colher somente frutos ruins, mas não foi Deus que nos fez passar por tais momentos e sim nós que decidimos esse caminho.

Podemos, com isso, escolher o momento certo de desenvolver a nossa mediunidade. Antes de encarnarmos escolhemos as provas que iremos realizar ao chegar no mundo de provas e expiações. Mas temos o poder de escolher não passar por tais ensinamentos. Mas saiba que a mediunidade é uma das faculdades do espírito e ela vai se aperfeiçoando à medida de um intenso treinamento. Porque médium todos nós somos, mas para aflorá-la é preciso saber lidar com ela. Isso requer prática e é algo que todos nós teremos que passar em algum momento da vida.

Deus criou o espírito e as suas funções para ele crescer e se desenvolver, então as provas desta vida é um presente que ele nos deixou, para conquistarmos tudo que quisermos. Um dia chegaremos a um grau de evolução tão grande que realizaremos obras tão grande quanto as de Jesus. “Em verdade, em verdade vos digo que aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço e outras maiores fará, porque eu vou para junto do Pai”, disse o Filho de Deus.

(Fonte: Livro dos Espíritos e imagem: Ana Vasconcelos Coach )

Para saber mais sobre o assunto, assista:

Aceitando a Mediunidade – Visão Espírita

Comments

comments

Deixe seu comentário:


Clique aqui