Artigos

“Vícios e Vampirismo” é o tema do primeiro Mundo Maior Repórter de 2015

Enviado em 5 de março de 2015 | Escrito por Felipe Ohno | Publicado por TV Mundo Maior

Há inúmeros relatos de pessoas que dizem ser ou que já foram induzidos ao vício por espíritos desencarnados. Em entrevista a um canal de televisão, Tânia Abrão, irmã do Chorão, da Banda Charlie Brown Jr., relata que teve um encontro espiritual com o músico e que sua morte, ocasionada por overdose, foi impulsionada por espíritos obsessores que se aproveitaram de sua depressão e uso de drogas para se satisfazerem. Será possível sermos induzidos ao fundo do poço pelos espíritos obsessores? E como podemos identificar se uma pessoa está sendo influenciados por um espírito malfazejo?

Mas o vício não se limita apenas às drogas. Qualquer ação ou simples mania podem se tornar uma compulsão, como compras, trabalho, sexo, exercícios físicos, jogos, etc. Mas quais os perigos desses atos para nossa evolução espiritual?Em O Livro dos Espíritos, no capítulo VI, encontramos a questão 265 que diz: “Se alguns Espíritos escolhem o contato com o vício como prova, existem os que escolhem por simpatia e por desejo de viver num meio do seu gosto, ou para poderem se entregar materialmente aos seus pendores materiais?” Com base nesse pensamento, ao superarmos um vício, evoluímos espiritualmente?

Essas e outras questões serão analisadas e comentadas pelo psiquiatra João Lourenço, Nena Galves, Américo Canhoto, no Mundo Maior Repórter do dia 14 de março, às 18h30, na TV Mundo Maior.

Confira a chamada do programa!

Comments

comments

Felipe Ohno

Felipe Ohno é roteirista, repórter e apresentador da TV Mundo Maior. Está a frente dos programas “Mundo Maior Repórter” e “Bela Vida“. É formado em Jornalismo pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e pela Universidade do Minho (Portugal).Atualmente, faz especialização em Mídia, Cultura e Informação, na Universidade de São Paulo (USP), e também escreve para a Revista Casa Linda, da Editora Alto Astral.

 

 

Comments

comments

Deixe seu comentário:


Clique aqui