TV Mundo Maior Regressão: O que é e para que serve? - TV Mundo Maior

Editorial

Regressão: O que é e para que serve?

Enviado em 20 de abril de 2017 | Publicado por TV Mundo Maior

Antes de falarmos sobre regressão, vamos deixar claro o que é: Um conjunto de técnicas terapêuticas em que o paciente acessa o inconsciente, buscando as primeiras manifestações que deram origem a traumas, fobias e instabilidades emocionais, na intenção de saná-las, alcançando um maior equilíbrio tanto dentro de si como em seus relacionamentos.

Quantos tipos de regressão existem?

Devem haver mais tipos de regressão do que as que eu conheço, mas costumo enquadrá-las em:

  • Regressões Etárias:

Têm por objetivo conduzir o paciente a reviver experiências que tenha passado nesta própria vida, em épocas anteriores, que podem incluir inclusive a infância e a vida intra-uterina.

  • Regressões a Vidas Passadas:

Têm a finalidade de levar o paciente a reviver experiências que tenha experimentado em vidas anteriores a esta.

  • TVP (Terapia de Vidas Passadas):

É um passo além pois visa encontrar em vidas passadas experiências traumáticas que tenham dado origem a desvios de comportamento, algias persistentes que resistem aos tratamentos médicos tradicionais; fobias inexplicáveis etc, e proceder ao tratamento terapêutico adequado após a identificação dessas origens. É preciso estabelecer distinção entre as regressões etárias e a TVP. As regressões etárias conduzem o paciente à vivência de situações e acontecimentos ocorridas nesta vida, desde a mais tenra idade, até mesmo na vida intra-uterina, ao passo que a TVP vai mais além, buscando manifestações de consciência que vão para aquém do período do nascimento, possivelmente em outras vidas. Tanto as regressões etárias quanto a TVP têm utilidade terapêutica quando aplicadas de forma conscienciosa por profissional competente.

Para que pode ser utilizada a regressão?

O uso da regressão para o tratamento de traumas, fobias, dores persistentes, desvios de comportamento, etc. De alguma forma, a regressão oferece uma conscientização tal ao paciente, que lhe traz melhorias palpáveis e duradouras. Para alguns pacientes a regressão é também um recurso de justificação que lhes traz respostas longamente esperadas a respeito de assuntos de que tinham laivos de consciência ou intuições persistentes.

Mas não pode ser feita para pessoas que tem apenas curiosidade sobre o assunto, tem que haver um motivo satisfatório e que não haja outro jeito de resolver o problema.

As nossas encarnações anteriores não são melhores do que a presente, nossa evolução espiritual era mais baixa do que a de agora. Todos os nossos problemas são de responsabilidade de nossas atitudes de outra encarnação ou até mesmo dessa. Devemos aceitar os desafios que estamos vivendo e cumprilos da melhor forma possível, não deixar nada pendente. Saber o motivo de termos tais provas para enfrentar nessa vida não irá solucionar nada. Mas você resolvê los com amor e gratidão pela oportunidade de consertar seus erros, sim. Aprender a amar alguém que te prejudicou em outra encarnação é o nosso dever para evoluirmos. Foque na sua evolução espiritual, não questione aquilo que você mesmo atraiu para sí.

As leis divinas são esclarecedoras e justas, você não está pior ou melhor que ninguém, estamos caminhando para o mesmo destino. Devemos uns ajudar aos outros, para chegarmos mais rápido ao mundo de regeneração.  
(Fonte: Livro: Vidas além da Vida – Dr. Marco Natali)

Para saber mais sobre o assunto, assista:

Terapia de Vidas Passadas – Mistérios

Parte 1

Parte 2

Parte 3

Comments

comments

Deixe seu comentário:


Clique aqui