TV Mundo Maior O vício da carne e a era do espírito - TV Mundo Maior

Editorial

O vício da carne e a era do espírito

Enviado em 6 de abril de 2015 | Publicado por TV Mundo Maior

Quando nos adentramos ao século XXI, instalou-se a Era do Espírito e juntamente com o Consolador Prometido nos foi possível ter acesso a diretrizes iluminadas para o tão famoso Planeta de Regeneração. Afinal de contas, o que é a Era do Espírito? Em suma, é a fase em que rompemos os limites da matéria para ampliarmos nosso entendimento da Espiritualidade Superior rumo à evolução.

Quando falamos em alimentação, especialmente aquela em que se consome produtos de origem animal (carnes, ovos, leites, mel), não é uma escolha inegavelmente primitiva? Em um trecho especialmente retirado para esta ocasião, Emmanuel nos posiciona no livro O Consolador já em 1942, na questão 129 “É um erro alimentar-se o homem com a carne dos irracionais?” e a resposta: “A ingestão das vísceras dos animais é um erro de enormes consequências, do qual derivaram numerosos vícios da nutrição humana.”

Tais vícios adoecem nosso corpo físico e espiritual que perduram ao longo de nossa encarnação, nos fazendo acreditar que continuar consumindo corpos físicos de animais estaremos próximos do entendimento do amor divino. Como bem cita André Luiz, no livro Missionários da Luz, Capítulo IV que “coincidentemente” trata-se sobre o Vampirismo: “Os seres inferiores e necessitados do Planeta não nos encaram como superiores generosos e inteligentes, mas como verdugos cruéis…”.

Que Era do Espírito é essa, que não temos compaixão com nossos irmãos que estagiam na fase anterior a nossa? É incompatível nos adentrar a regeneração compactuando com dor e sofrimento. Sejamos coerentes, compreendendo a Doutrina Espírita sem adaptar às nossas vontades e justificando atos bárbaros em períodos de selvageria da humanidade. Pelas palavras de Herculano Pires em seu livro Vampirismo: “Enquanto não nos convencermos de que Kardec tinha razão ao afirmar que o problema da Terra é fundamentalmente de educação, não sairemos do círculo vicioso de um religiosismo egoísta.”

Confira este emocionante vídeo que tem como intuito conscientizar sobre o abate de animais de forma bem simples, porém profunda

 

Ana Paula TalaveraTexto escrito por Ana Talavera:

Publicitária, ativista e vegana, atua com projetos sociais nos Criativos do Bem. Trabalhou no Instituto Nina Rosa – projetos por amor à vida, organização sem fins lucrativos produzindo materiais educativos sobre defesa animal, educação humanitária e veganismo. É aluna do curso de Espiritualidade dos Animais na ASSEAMA (Associação Espírita Amigos dos Animais) e integrante da banda Sol de Outubro de São Paulo/SP.

Comments

comments

Deixe seu comentário:


Clique aqui