Editorial

As Malformações nos animais

Enviado em 12 de janeiro de 2016 | Publicado por TV Mundo Maior

Em uma delicada série fotográfica chamada Perfect Imperfection (“Perfeita Imperfeição”, em português) trazida pelo site Hypeness​ no mês Outubro, foram divulgadas lindas fotos de animais com deficiências visuais ou físicas. Como explicar tais anomalias que estão presentes desde o nascimento, dado que eles não possuem expiação (O Livro dos Espíritos, Q602)?

Como estamos em um planeta de provas e expiações, sabemos que as provas são inerentes a todos os espíritos sejam eles humanos ou animais, portanto o que nós consideramos como sofrimento são mecanismos para nos impulsionar para o progresso e ao desenvolvimento da consciência. Em contrapartida da expiação, que serve de alinhamento às más escolhas feitas de acordo com a Lei de Causa e Efeito que apenas nós enquanto espíritos em fase de humanidade possuímos.

No livro Aulas da Vida, Emmanuel nos responde no Capítulo Animais em Sofrimento que “a dor física no animal é passaporte para mais amplos recursos nos domínios da evolução.” O que de forma alguma nos dá direito de prejudicar ou incitar a violência para com nenhum ser vivo dado que seu crescimento não é realizado apenas pela dor das provas e sim pelo amor que nós como irmãos mais velhos estagiando em uma fase posterior temos como obrigação de oferecer-lhes; o abuso que fazemos para com os animais jamais nos constituiu direito (O Livro dos Espíritos, Q734). O sofrimento imposto aos animais como acompanhamos diariamente na mídia tais como os abandonos, negligência, maus tratos, exploração e principalmente a crueldade impiedosa do ser humano nas indústrias da morte transformando os animais em meros pedaços de carne e produzindo produtos de suas entranhas, são mazelas que provocamos ao nosso bel prazer que definitivamente não são de providência divina. “A angústia, o medo e o ódio que provocamos nos animais altera-lhes o equilíbrio natural de seus princípios espirituais, determinando ajustamentos em posteriores existências, a se configurarem por deformidades congênitas.” pelo livro Mandato de Amor, respondido por Chico Xavier.

A necessidade destas malformações em seus corpos físicos dão-se pelo motivo em ajustar seus corpos espirituais que foram também danificados, inclusive pré-dispondo enfermidades em suas próximas reencarnações. Isso sem contar no reajuste emocional que estes seres enfrentarão para reabilitar-se e o esforço que as novas famílias humanas terão de ter para educar estes novos espíritos em fase de animalidade com traumas e possíveis desajustes de comportamentos. Sejamos portanto compassivos aos animais, essas crianças espirituais que Deus nos confiou para colaborar em sua evolução e que tanto precisa de nós, assim como nós precisamos dos Espíritos Superiores!

*Este texto é de responsabilidade de seu autor. Não representa necessariamente a opinião da TV Mundo Maior.

Conheça a homenagem dos tutores para a cachorra Mocinha, que ficou tetraplégica em decorrência de uma misteriosa doença degenerativa:

 

AnaTexto escrito por Ana Talavera
Publicitária, ativista e vegana, atua com projetos sociais nos Criativos do Bem. Trabalhou na ONG Instituto Nina Rosa – projetos por amor à vida, produzindo materiais educativos sobre Direitos Animais e Educação Humanitária. É aluna do curso mediúnico no Centro Espírita Nosso Lar Casas André Luiz, ASSEAMA (Associação Espírita Amigos dos Animais) e integrante da banda Sol de Outubro em São Paulo/SP.

Comments

comments

Deixe seu comentário:


Clique aqui