Editorial

A Jornada do Espírita

Enviado em 9 de maio de 2017 | Publicado por TV Mundo Maior

jornada do espírita

A Jornada do Espírita nasce de um paralelo entre a nossa jornada no Espiritismo e a famosa forma de contar histórias amplamente utilizada em filmes, livros e séries, criada pelo mitólogo Joseph Campbell: a Jornada do Herói.

E quando digo “nossa” me refiro literalmente a minha e a sua jornada. Independente do contexto, de uma forma ou de outra passamos por situações muito semelhantes ao longo da vida.

Pense por um instante em sua vida. Você será capaz de identificar momentos em que acreditou que tudo estava perdido. Também identificará momentos de vitórias inesquecíveis ou de profundo medo. Lembre-se das pessoas que passaram pela sua vida: seus amigos, seus inimigos e seus mentores.

Cada passo da sua vida constitui a sua jornada nesta encarnação. Isso se soma às múltiplas vidas anteriores, formando o espírito imortal que você é.

Mais do que apenas contar histórias, minha proposta é trazer dicas para lidar com cada uma das etapas da jornada.

Como lidar com os inimigos? De que maneira enfrentar os obstáculos? Quem procurar para ser seu mentor (encarnado!)?


Os 12 Passos da Jornada do Espírita

As etapas seguirão a estrutura adaptada pelo escritor Christopher Vogler no livro “A Jornada do Escritor” e que contém 12 passos. A partir de agora você é o Herói ou Heroína da Jornada do Espírita. A cada semana conhecerá mais a fundo cada uma das 12 etapas desta aventura:

  1. O Mundo Comum: O Herói geralmente é tirado de seu mundo normal, comum, para ser levado a um mundo especial, que traz novidades e estranheza à sua vida. Esta é a primeira etapa da Jornada do Espírita, quando você ainda não conhecia o Espiritismo.
  2. Chamado à Aventura: Surge uma aventura, um novo desafio ou problema a ser enfrentado pelo Herói da história. É aqui que seu objetivo torna-se claro e uma grande mudança em sua vida está prestes a acontecer. Sua aventura pode ser o conhecimento e aprofundamento no Espiritismo, a realização de uma tarefa no Movimento Espírita ou mesmo o aprendizado e prática de alguma virtude espírita.
  3. Recusa do Chamado: O medo do desconhecido é algo comum mesmo com os Heróis. Neste estágio há um hesitação ao chamado. É normal termos receio do que encontraremos ao conhecer o espiritismo, seja por preconceito ou puro desconhecimento. É neste ponto da Jornada do Espírita que muitas pessoas acabam abandonando seus objetivos.
  4. Encontro com o Mentor: Todo Herói encontra na figura de um homem ou mulher mais sábios que ele o papel de um Mentor em sua aventura. Essa é a pessoa que vai impulsionar o Herói em sua aventura, dando conselhos, orientações e incentivando. Muito semelhante com o trabalho realizado pelos nossos mentores espirituais, não é mesmo? Além deles, temos também nossos mentores encarnados. Pode ser aquela pessoa que te orienta para alcançar seus objetivos dentro da doutrina, por exemplo.
  5. Travessia do Primeiro Limiar: Chegou a hora de dar os primeiros passos rumo à aventura. É a travessia do limiar do Mundo Comum e chegada ao Mundo Especial. Aqui o Herói enfrentará seus primeiros desafios. A aventura no Espiritismo começa!
  6. Provas, Aliados e Inimigos: Uma vez imerso na aventura, o herói naturalmente encontrará aliados e também inimigos. São os primeiros obstáculos que encontramos na Doutrina Espírita. Sejam através de pessoas, instituições ou conceitos que batem de frente com as nossas antigas percepções do mundo. É muito importante lembrar neste ponto que temos também aliados ao nosso lado, encarnados e desencarnados!
  7. Aproximação da Caverna Secreta: O desafio máximo está prestes a acontecer. Neste momento o Herói se prepara para atravessar o segundo limiar da aventura, aproximando-se do seu grande objetivo. Esta etapa pode ser associada ao momento em que nos adentramos no Movimento Espírita. Esse momento pode ser a busca por mais conhecimentos ou o início de um trabalho em prol da doutrina.
  8. Provação: Eis o momento crucial da aventura. O Herói está frente a frente com sua provação máxima, onde correrá o risco de morrer (ou falhar) e precisará reunir todas as suas forças para sair com a vitória desse desafio. A primeira palestra, o primeiro passe, os primeiros conflitos dentro do Centro Espírita. Muitas provações surgem em nossas vidas e em nosso trabalho no Espiritismo.
  9. Recompensa: Toda batalha vitoriosa merece um prêmio como recompensa, em nossa jornada isso não é diferente. E muitas vezes essa recompensa pode ser o autoconhecimento e a experiência que transforma o Herói em alguém mais preparado para a vida. Na Jornada do Espírita essa recompensa também pode ser o bem que a sua busca por conhecimento e seu trabalho causou em outras pessoas.
  10. O Caminho de Volta: Mesmo tendo vencido os obstáculos, o Herói tem um caminho de volta a percorrer. Nesse retorno pode ainda ser perseguido por antigos inimigos em busca de vingança. É o momento de decidir voltar ao Mundo Comum, sabendo que o Mundo Especial deve ficar para trás. O Espiritismo permanecerá sempre em sua vida, mas neste momento é preciso juntar os conhecimentos e colocá-los em prática no cotidiano, o nosso Mundo Comum.
  11. Ressureição: Uma nova provação surge, como um segundo ato de desafio máximo para o Herói. Aqui ele deve provar que aprendeu verdadeiramente a enfrentar a morte (mesmo que subjetiva) para enfim voltar renovado para o Mundo Comum, como um novo ser, com melhores perspectivas da vida. Ao passar pelo seu segundo grande desafio no Espiritismo, você estará ainda mais confiante de que conquistou seu objetivo com maestria.
  12. Retorno com o Elixir: O fim da jornada chega e com ela o Herói traz ao Mundo Comum um elixir, que pode ser um tesouro ou mesmo uma lição do Mundo Especial sobre o amor, a amizade ou mesmo a liberdade. O fim da Jornada do Espírita leva você de volta à sua realidade, mas dessa vez mais forte e com mais conhecimentos para enfrentar os desafios que virão à frente.

É claro que a Jornada do Espírita é cíclica e continuará acontecendo em sua vida sempre que um novo grande objetivo surgir.

Se você se interessou por entrar nesta aventura compartilhe este artigo e continue acompanhando os textos semanais que trarão mais detalhes sobre a Jornada do Espírita e dicas para tirar o melhor de cada uma dessas etapas em sua vida!


*Este texto é de responsabilidade de seu autor. Não representa necessariamente a opinião da TV Mundo Maior.


Julio Sena é Coordenador de Produção da Rádio Boa Nova e da TV Mundo Maior. Atua no movimento jovem espírita como Coordenador do GerAção Jovem, grupo de jovens do Centro Espírita Nosso Lar Casas André Luiz.


Para saber mais sobre outros assuntos relacionado ao tema, assista:

Qual a relação entre ser espírita e estar espírita?

Comments

comments

Deixe seu comentário:


Clique aqui