TV Mundo Maior Espíritos Imperfeitos: A Terceira Ordem da Escala Espírita - TV Mundo Maior

Editorial

Espíritos Imperfeitos: A Terceira Ordem da Escala Espírita

Enviado em 10 de novembro de 2017 | Publicado por TV Mundo Maior

No Livro dos Espíritos Allan Kardec codificou a doutrina a partir de perguntas dirigidas aos Espíritos Superiores. A nomenclatura “superiores” está diretamente ligada à Escala dos Espíritos.

Há três ordens dentro da Escala Espírita: A Terceira Ordem – Espíritos Imperfeitos; A Segunda Ordem – Bons Espíritos; Primeira Ordem – Espíritos Puros. São definidas de acordo com o grau de adiantamento e perfeição levando em consideração as qualidades adquiridas e as imperfeições ainda presentes, além do apega à matéria. Dentro das três ordens os espíritos ainda possuem subdivisões, as classes.

No estudo deste texto vamos entender mais acerca das classes de espíritos presentes na Terceira Ordem. Em geral são espíritos com predominância da matéria e propensão ao mal ainda presos à ignorância, orgulho e egoísmo.

Falta à esses espíritos a compreensão em Deus. Nem todos eles são de fato maus, porém são levados pela malícia, leviandade e irreflexão. Uma das faltas mais graves dessa ordem é não praticar o bem, pois são indiferentes com o próximo. Eles também sofrem muito por estarem ainda ligados ao mundo corpóreo.

Confira as classes da Terceira Ordem:

Décima: Esta classe é constituída pelos espíritos impuros com inclinações ao mal. A inferioridade moral e intelectual se expressam de forma grosseira e vulgar. Quando encarnados, independente de suas classes sociais, praticam o mal por prazer ao ódio contra o bem e perseguem as pessoas honestos e os fazem suas vítimas. Ainda presos aos vícios carnais caem nas paixões vis e degradantes do mundo corpóreo, tanto quanto a disseminação da crueldade e avareza sórdidas.

Nona: Os espíritos Levianos pertencentes à essa classe e são aqueles ignorantes, maliciosos, irrefletidos e zombeteiros. Na maioria das vezes induzem terceiros a caírem no error e maldosamente causam intrigas. Em sua comunicação pode-se perceber a ignorância pela falta de profundeza das ideias.

Oitava: Pseudo-sábios são espíritos que dispõe de conhecimentos bastante amplos. A presunção e o orgulho os fazem crer saber mais do que realmente sabem. Em suas comunicações aparentam seriedade com a intenção de iludir, isso levados pelos preconceitos e seus apegos à vida terrena, assim como seus erros, orgulhos, ciúmes e obstinação.

Sétima: Os espíritos Neutros são os que compõem esta classe não fazem nem o mal nem o bem. Não ultrapassam as condições humanas, pois ainda são apegados ao carnal e suas grosserias.

Sexta:  A última classe desta ordem é constituída pelos espíritos Batedores e Perturbadores. Eles não possuem uma característica que os distingue das outras classes, afinal poderiam pertencer a qualquer uma delas, porém figuram-se, mais do que os outros, presos à matéria.

Manifestam suas presenças geralmente por efeitos sensíveis e físicos.Eles parecem ser os agentes principais das vicissitudes dos elementos do Globo, sendo que todos os espíritos podem realizar tais fenômenos, porém os fazem como subalternos pela aptidão à matéria e não à coisas de inteligências.  

 

Para saber mais sobre o assunto, assista: 

Espíritos impuros – Espiritismo sem Mistério

Fontes: O Livro dos Espíritos, Cap, I – Parte Segunda. Imagem ilustrativa retirada de espiritismonapratica.

 

*Este texto é de responsabilidade de seu autor. Não representa necessariamente a opinião da TV Mundo Maior.

Escrito por: Ricardo Guelfi de Souza

Estudante de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Estagiário de Marketing na TV Mundo Maior.

 

 

Comments

comments

Deixe seu comentário:


Clique aqui