Editorial

Cemitérios, devemos ter medo?

Enviado em 18 de abril de 2017 | Publicado por TV Mundo Maior

Muitas pessoas tem medo de ir ao cemitério, por acharem que irão encontrar algum espírito por ali. Mas esse medo é realmente válido?

Geralmente nós temos medo de tudo que é desconhecido, mas ao estudarmos a doutrina espírita não temos motivos para temer a mal algum. Quando uma pessoa desencarna e precisamos ir até o seu funeral para lhe desejar uma partida mais tranquila é válido e até mesmo bonito da nossa parte.

Mas se você está indo ao local sem aceitar as leis divinas e até mesmo questionar a Deus sobre a morte de tal pessoa, você não irá ajudar a partida daquele ente e estará depositando as suas energias para algo que não é necessário no momento.

Ao estudarmos a doutrina espírita, sabemos que tem alguns espíritos que não aceitam a morte, e ainda são apegados ao corpo material e por esse motivo eles ficam vagando ao lado de seu próprio corpo. Quando eles notarem que você ‘abriu a sua guarda’ por estar emanando energias negativas eles irão se aproveitar desse seu momento e te influenciar a continuar com essa vibração ruim.

Mas como tudo na doutrina espírita não é uma certeza absoluta, existem casos e casos.Ao ir a locais como este, que esteja em vibração com o plano espiritual, você pode sim lamentar, chorar e sofrer pela morte de um ente querido, afinal isso são as provas que devemos passar enquanto encarnados, mas aproveita e ore por essa pessoa, peça que os espíritos de luz a encaminhe para o melhor lugar possível de acordo com a sua evolução. Diga que ela pode ir em paz e cumprir a sua outra tarefa onde ela será encaminhada.

Nós espíritas apesar de não temer a morte como outros cristãos, também sofremos com a partida de alguém, temos todo o direito de lamentar pela partida de alguém, mas devemos ter em mente que se for preciso para a evolução de ambos iremos nos encontrar novamente.

Mas afinal, por que os Espíritas não temem a morte?

A doutrina espírita muda inteiramente a maneira de se encarar o futuro. A vida futura não é mais uma hipótese, mas uma realidade. O véu foi levantado, o mundo espiritual nos aparece em toda a sua realidade prática, não são os homens que o descobriram pelo esforço, mas são os próprios habitantes desse mundo que nos vêm descrever a sua situação.

O que nos sustenta não é somente a esperança, é a certeza. Sabemos que a vida futura não é senão a continuidade da vida presente em melhores condições, e a esperam com a mesma confiança que esperam o Sol depois de uma noite de tempestade. O motivo dessa confiança na vida futura são os testemunhos os fatos com a lógica , a justiça, a bondade de Deus e as aspirações íntimas do homem.
Para ter espíritos de luz nas horas boas e nos momentos difíceis da sua vida, como por exemplo na perda de um ente querido, faça o máximo possível para ser uma pessoa melhor, que com isso irá atrair espíritos de luz para te aliviar um pouco das aflições, e assim a vida ficará mais leve.

Para saber mais sobre outros assuntos relacionados a esse tema, assista:

Os mortos vivem? – Espiritismo sem Mistério

Parte 1

Parte 2

Parte 3

Parte 4

Comments

comments

Deixe seu comentário:


Clique aqui