Editorial

A relação entre pais e filhos pode ter um vínculo eterno?

Enviado em 5 de dezembro de 2016 | Publicado por TV Mundo Maior

Podemos dizer que o amor dos pais por um filho é sublime e incondicional, o mesmo podemos dizer dos filhos em relação aos seus pais. O laço que une uma família vai muito além da genética, existe antes de tudo uma união espiritual que foi preparada antes mesmo da encarnação.

Mas é importante  lembrar que apesar deste elo familiar, os filhos não pertencem a seus pais.

É necessário  amar, cuidar e  ensinar, mas com a plena consciência que o espírito é livre e eterno e com isso ter em mente que “estão como pais” daqueles filhos e não que são donos deles por toda a eternidade.

É muito comum  familiares criar um apego tão grande por seus filhos que acabam virando seus obsessores, e com isso. atrapalhando suas vidas em vários aspectos.

Ninguém reencarna em uma família por acaso, o que existe é o cumprimento de uma lei de amor e justiça.

No momento propício, as almas se reúnem sob laços de família para colaborarem uns com os outros na superação de problemas e na conquista da harmonia e da felicidade.

Ao encarnamos na família que vivemos estamos tendo a oportunidade de amar, compreender e aprender com outra pessoa

.É um projeto educacional, onde dá ao Espírito a oportunidade do renascimento junto a seres que têm condições de ajudá-lo a realizar seu aprimoramento.

Para saber um pouco mais sobre o assunto assista a alguns programas que Divaldo Franco comenta sobre:

 

Relação entre pais e filhos:

 

Parte 1

Parte 2

Parte 3

 

Comments

comments

Deixe seu comentário:


Clique aqui